Projeto distribuiu cestas básicas e fotografias na região do Ouro Verde
André Montejano
Projeto distribuiu cestas básicas e fotografias na região do Ouro Verde


Uma fotografia,  uma cesta básica e um kit com álcool gel e máscaras . Esse foi o pacote recebido por 40 famílias da ocupação Nelson Mandela e da região do Ouro Verde , em Campinas, durante o último domingo (24). Nas próximas semanas, mais obras e alimentos serão distribuídos em bairros campineiros, graças à mobilização de fotógrafos que sentiram a necessidade de prestar alguma ajuda durante a pandemia de Covid-19 e se uniram para criar o projeto ' Photo que alimenta '.

Fotografias desses artistas estão à  venda na internet , e toda a renda é utilizada para comprar cestas básicas . Além disso, as famílias recebem uma cópia da obra que proporcionou a doação e um kit com álcool gel e máscaras de proteção.

"A partir da colaboração em projetos de amigos, percebi que, por meio do meu trabalho como fotógrafo, eu poderia transformar a fotografia em instrumento de ajuda ao próximo, além de disseminar a arte para as pessoas", explica André Montejano , idealizador do projeto.

A missão de encontrar parceiros para as ações solidárias não foi difícil. Segundo Montejano , mesmo com a dificuldade enfrentada pelos próprios fotógrafos para trabalhar no atual cenário de crise, a empatia e o amor pela arte foram o suficiente para gerar engajamento.

"Mesmo diante das dificuldades vividas atualmente por conta do cenário que estamos enfrentando, acredito que poder ajudar tantas famílias, por meio do olhar de cada um dos fotógrafos, retratado nos registros doados, é o que motiva a todos que aceitaram participar do projeto", afirma o fotógrafo. 

'Photo que alimenta' une arte e solidariedade
Reprodução
'Photo que alimenta' une arte e solidariedade


Colaboração

No momento, o projeto conta com o trabalho de 11 fotógrafos. Além de André Montejano, participam  Ivan Nisida, Leandro Ferreira, Giancarlo Gianelli, Erica Dezonne, André Barretto, Ricardo Lima, Pedro Nogueira e Thomaz Marostegan. Outros artistas interessados ainda podem contribuir com seus trabalhos.

"Desde o início, alimentamos um canal no site e em nossas redes sociais para que outros fotógrafos possam colaborar com o projeto. Já tivemos algumas procuras e estamos estruturando da melhor forma para que possamos ter uma dinâmica facilitadora e para, assim, conseguirmos aumentar, cada vez mais, o número de famílias ajudadas", diz Montejano .

Leia também: Músicos interpretam Gilberto Gil em ação para pedir doações para HC da Unicamp

No catálogo, é possível encontrar fotos de diferentes lugares do mundo, como Portugal, Marrocos, Cuba, Londres e Moçambique. Também estão disponíveis fotografias tiradas na Amazônia, além de fotos do universo da música e do esporte. 

A próxima entrega deve ser feita dentro de duas semanas, quando as novas arrecadações antigirem um número maior. A escolha dos locais está sendo feita com a ajuda de voluntários da área de assistência social e da saúde.

Para contribuir ou obter mais informações, basta acessar o site  www.photoquealimenta.com.br.

    Veja Também

      Mostrar mais