ACidade ON

Fávio Ferreira da Costa recebeu homenagem de familiares e colegas de trabalho.
Cedida
Fávio Ferreira da Costa recebeu homenagem de familiares e colegas de trabalho.


Familiares e profissionais da saúde se reuniram na manhã de hoje (13) no Hospital Ouro Verde, em Campinas,  para prestar homenagem ao técnico de enfermagem morto na última sexta-feira (10) por Covid-19 .  

Fábio Ferreira da Costa, de 40 anos, trabalhava no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp, onde ficou internado, e também no Ouro Verde. Ele foi o segundo profissional da Unicamp que morreu após a contaminação com a doença

Leia também: Acelerador de partículas Sirius revela detalhes do coronavírus em 1º estudo

No sábado, funcionários do HC prestaram homenagem à Fabio com aplausos nas dependências do hospital. Já nesta segunda-feira, colegas se reuniram em frente ao Ouro Verde. Com faixas, os profissionais citaram perder "não só um amigo, mas um soldado na guerra".    

Fábio era natural do Piauí e não apresentava nenhuma doença prévia. O velório do técnico aconteceu no último sábado (11), e a cremação está prevista para o próximo dia 24.

No sábado, o HC e o STU (Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp) lamentaram a morte do profissional. Em nota, o HC cita a perda de um "dedicado membro do time"e declarou  "seguir a missão de salvar vidas". 

Profissionais em risco

No último boletim epidemiológico divulgado por Campinas com números da doença entre trabalhadores da saúde, a cidade somava 1.407 casos em profissionais de saúde, e 6 óbitos .

O boletim não divulga a identidade das vítimas, mas o ACidade ON entrevistou as famílias de dois profissionais da saúde que morreram por conta da covid-19 em Campinas, entre eles estão o técnico de enfermagem Marcelo Alves da Rocha, de 37 anos, e da auxiliar de dentista Ana Lucia Ferreira, de 58 anos 

    Veja Também

      Mostrar mais