ACidade ON

Pai da criança também auxiliou o parto.
Divulgação/AB Colinas
Pai da criança também auxiliou o parto.


A corrida rápida para chegar à maternidade não foi suficiente para evitar um parto dentro de um carro no acostamento da Rodovia Santos Dumont (SP-75). Na última quinta-feira (16), uma mulher contou com a ajuda do pai e de dois socorristas da concessionária AB Colinas para trazer ao mundo o pequeno Samuel Henrique Magalhães Felismino.

O caso ocorreu no km 68 da pista, em Campinas, por volta de 17h50. O pai, o eletricista residencial Paulo Sérgio Felismino, conta que recebeu uma ligação da mulher, a consultora de vendas, Fabiana Aparecida Magalhães, dizendo que a bolsa havia estourado.

Leia também: Carreata no Centro pede liberdade para dupla presa no sábado

Ele saiu, então, do trabalho, em Vinhedo, para buscar a esposa no Jardim São Domingos, em Campinas. No entanto, no caminho para a maternidade, já na rodovia, a situação evoluiu rápido e ele teve que parar no acostamento.

"Eu fui para casa e vi que ela já estava com muita dor, quase não aguentando ficar em pé, com muita contração. Coloquei ela no carro, liguei para os bombeiros e comecei a dirigir sentido Hospital Maternidade, em Campinas. Só que quando eu acessei a rodovia ela gritou e eu parei no acostamento. Com o bombeiro me auxiliando por telefone, comecei a fazer os procedimentos do parto", relatou.

Logo em seguida a equipe da AB Colinas chegou ao local. "O Samuel já estava nascendo quando a equipe chegou e assumiu o parto, fazendo todos os procedimentos e dando toda a atenção pra gente. Eu disse para a minha esposa que eles foram os nossos anjos do asfalto", comentou.

Ajudinha

De acordo com os socorristas Ednalda Alves Meneses e Marcus Vinícius Soares, quando eles chegaram no local viram, dentro do veículo, o pai da criança tentando realizar o parto. 

"Assim que nós fizemos a abordagem do veículo, vimos que o bebê estava quase nascendo. Prontamente nós nos paramentamos e assumimos a ocorrência, realizando o parto, garantindo o melhor atendimento para a criança e a mãe, que foram levados para dentro da ambulância para serem melhor atendidos", contou Soares. 

Ednalda conta que fizeram a aspiração do bebê e o cobriram com uma manta têrmica. Os cuidados também foram direcionados a mãe da criança, que teve a placenta retirada. Ambos foram encaminhados para o Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) de Indaiatuba. A mãe e o bebê receberam alta hospitalar no sábado (18) e já estão em casa com toda a família. O casal já tem outros três filhos.

    Veja Também

      Mostrar mais