Vestibular da Unicamp será em janeiro de 2021.
Antoninho Perri/Unicamp
Vestibular da Unicamp será em janeiro de 2021.


O número de candidatos isentos inscritos no V estibular 2021 da Unicamp é o maior já registrado pela Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp). De acordo com a universidade, 9.724 candidatos foram contemplados com a isenção do pagamento da taxa de inscrição. No ano passado, o número de isentos foi de 8.303.

Neste ano, a Unicamp recebeu 11.541 pedidos de isenção, e vai receber mais. Isso porque as solicitações foram retomadas, após o anúncio de que o Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) não será utilizado no processo seletivo da universidade de Campinas. Com isso, novos pedidos podem ser realizados até o dia 31 de julho, na página da Comvest.

Leia também: Portal iG estreia série de lives com pré-candidatos

A isenção é concedida a candidatos de baixa renda, com até 1,5 salário mínimo por morador da residência, candidatos a curso de licenciatura ou tecnologia no período noturno e funcionários da Unicamp e Facamp. Segundo a Unicamp, 8.553 do total das isenções concedidas neste ano foram para estudantes de baixa renda.

Depois da aprovação da isenção, os candidatos ainda precisam se inscrever no vestibular, o que pode ser feito até o dia 8 de setembro. A lista dos contemplados está disponível em http://www.comvest.unicamp.br/ , mas também deve ser encaminhada por e-mail aos solicitantes.

Sem Enem

Devido à incompatibilidade de calendários, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste ano, não será aceito para ingresso na Unicamp. As 639 vagas oferecidas pelo edital Enem-Unicamp, cerca de 20% das vagas totais de ingresso, serão ofertadas no vestibular tradicional, incluindo as vagas oferecidas para alunos de escolas pública e autodeclarados pretos e pardos.

Os percentuais de vagas para ações afirmativas de cotas étnico-raciais e para candidatos oriundos de escola pública estão mantidos.

Só em janeiro

A 1ª fase do vestibular 2021 será realizada nos dias 6 e 7 de janeiro. As provas serão realizadas em dois dias diferentes para reduzir aglomerações, como medida de prevenção contra a Covid-19.

O dia de realização da primeira fase, para cada candidato, depende do curso escolhido. Candidatos aos cursos do segmento de Ciências Humanas/Artes e de Exatas/Tecnológicas farão a prova no dia 6 de janeiro, uma quarta-feira.

Já os candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde farão a prova no dia seguinte, ou seja, 7 de janeiro, uma quinta-feira.  A segunda fase do Vestibular não sofrerá alteração do formato e continuará sendo aplicada em dois dias: 7 e 8 de fevereiro de 2021.

    Veja Também

      Mostrar mais