Projeto da fachada do Shopping Popular de Campinas.
Divulgação
Projeto da fachada do Shopping Popular de Campinas.


A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira o Projeto de Lei Complementar 46/2020, que determina a concessão do imóvel da antiga estação ferroviária para a construção de um Shopping Popular. De autoria do poder executivo, o PL foi unanimidade entre os vereadores, tanto em primeira análise quanto em votação definitiva.

O imóvel e as obras ficaram sob administração do Sindicato dos Empreendedores Individuais de Ponto Público Fixo e Móvel de Campinas, integrado pelos camelôs que atuam no centro da cidade. A concessão terá prazo inicial de 17 anos, com chance de ser prorrogada por dois prazos iguais e consecutivos de 20 anos cada. A expectativa é que a obra, estimada em R$ 25 milhões, fique pronta em dois anos.

Leia também: Operação prende cinco na RMC por suspeita na morte de mulher em Recife

“De uma forma ou de outra esse é um assunto no qual já houve atuação de todos os vereadores, inclusive de outras legislaturas, seja junto aos empreendedores, aos moradores ou aos comerciários da região onde hoje ocorre o comércio popular pelo do impacto que causa já há mais de 20 anos. Essa lei vai possibilitar uma solução para uma situação que envolve a própria cidadania, não só para quem mora ou se dirige até aquela região como também para quem exerce ali suas atividades e passará a trabalhar no Shopping Popular”, destaca o presidente da Câmara, Marcos Bernardelli (PSDB).

Assim que o Shopping Popular estiver concluído, os camelôs do Centro serão deslocados para nova estrutura. A divisão das lojas será feita pelo Sindicato. O projeto foi criado pelo governo Jonas Donizette (PSB) para retiras os informais de locais que a administração considera como inadequadas para este fim.

    Veja Também

      Mostrar mais