Artur Orsi foi entrevistado pelo iG nesta quarta-feira (19)
ig
Artur Orsi foi entrevistado pelo iG nesta quarta-feira (19).


O portal iG entrevistou nesta quarta-feira (19) o advogado e ex-vereador Artur Orsi (PSD) , em mais um episódio da série de lives com pré-candidatos à Prefeitura de Campinas, como parte da cobertura especial das eleições deste ano. Orsi falou sobre suas ideias para a cidade, em conversa com os jornalistas Aloy Jupiara, Bruno Accorsi e Ricardo Galuppo.

A entrevista completa pode ser vista na página do  Facebook  ou no canal do Youtube do iG .

Questionado sobre as melhores maneiras de recuperar a economia no período pós-pandemia, o pré-candidato falou que planeja desburocratizar a Prefeitura, para acelerar o processo de abertura de empresas. Segundo ele, a lei federal de liberdade econômica, sancionada por Bolsonaro em setembro do ano passado, abre caminho para isso.

“Eu sou muito fã e vou aplicar em campinas a lei, que era medida provisória e virou liu, da liberdade econômica, promulgada pelo governo federal. Com base nessa legislação, 80% das empresas em Campinas não precisam ter alvará para se instalar. São pequenos empreendedores: prestadores de serviço, escritórios, pequenos comércios. Para se ter uma ideia, hoje, até costureiras precisam de alvará”, afirmou.

Artur Orsi também se compromete a implantar uma repactuação tributária, exigindo contrapartida dos beneficiados. “As empresas que aderirem a esse programa de repactuação tributária, tanto de ISSQN quanto de IPTU, tem que dar a garantia para a Prefeitura de manter os empregos no nível pré-pandemia”, explicou.

Sanasa

O pré-candidato acena positivamente com a possibilidade de privatizar a Sanasa, assim como qualquer outra empresa pública. Ele diz, no entanto, que é preciso avaliar outras questões antes de tomar uma decisão como essa.

“Eu não descarto a possibilidade de privatizar nenhuma empresa pública. O que nós temos que considerar é o interesse público e social em privatizar a Sanasa. É uma empresa, que apesar de todo aparelhamento, é uma empresa lucrativa, e bem gerida consegue alcançar o objetivo: levar esgoto e água para 100% da população de Campinas”, disse.

“Eu confio muito na capacidade técnica dos profissionais de carreira da Sanasa. Das oito gerencias que tinha antes do Jonas para as 20 e poucas que tem agora, a gente enxugaria isso. Faria uma reestruturação”, completou.

Educação

Ao comentar sobre propostas para a Educação, Orsi disse que, caso seja eleito prefeito, pretende deixar ao menos 50% das escolas funcionando em período integral, até o fim do mandato. O advogado ainda disse que ações como corte de comissionados são suficientes para resolver problemas como o déficit de vagas em creches.

“Dinheiro a gente tem: Cortando cargo em comissão, reestruturando as secretaria. Só em cargo em comissão a gente economiza R$ 60 milhões por ano. Para essas 7 mil vagas em creche, isso dá e sobra. A parceria aí é fundamental. Temos hoje com as igrejas católicas e evangélicas para administrar naves-mães, administrar creches. É uma coisa que a atual administração deu sequência, e nós vamos continuar. De 0 a 3 anos é importante fazer essa parceria com instituições filantrópicos, porque temos limitações da lei de responsabilidade fiscal com relação à contratação de servidores”, argumentou.

    Veja Também

      Mostrar mais