Campinas autorizou retomada de atividades práticas e laboratoriais em instituições de ensino.
Divulgação/Senac
Campinas autorizou retomada de atividades práticas e laboratoriais em instituições de ensino.


Instituições de ensino superior e cursos profissionalizantes  de C ampinas estão autorizados, a partir de sábado (22), a retomar aulas presenciais de matérias que demandem atividades práticas e laboratoriais. A liberação está prevista no Plano São Paulo para cidades que consigam permanecer na fase amarela por 15 dias.

Esse é o caso de Campinas, que vai continuar na mesma fase durante as duas próximas semanas, conforme anunciou o prefeito Jonas Donizette (PSB) nesta sexta-feira (21). O governador João Doria vai oficializar a permanência em coletiva nesta tarde.

Leia também: Covid-19: Campinas confirma mais 285 contaminados e 14 mortes

O decreto que regulamenta a autorização será publicado no sábado e passa a valer no mesmo dia. De acordo com o secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto , as instituições podem retomar as atividades práticas com 35% da capacidade de suas instalações.

“Vamos ter que fazer rodízio, se organizar, estritamente para atividades práticas e laboratoriais, pois não podem ser realizadas on-line”, explicou Panutto.

Disciplinas de conteúdo teórico, portanto, continuam a ser aplicadas, obrigatoriamente, no formato on-line. A única exceção é para cursos da área da Saúde, que estão autorizados a receber alunos tanto para aulas práticas quanto para aulas teóricas, com limite de 40% da capacidade.

A adoção da retomada das atividades presenciais, conforme os critérios estabelecidos, fica a cargo das instituições. Aquelas que ainda não quiserem reabrir para a realização de atividades práticas e laboratoriais podem permanecer fechadas.

    Veja Também

      Mostrar mais