ACidade ON

Fogo queima região de mata no Pantanal.
Mayke Toscano/Secom-MT
Fogo queima região de mata no Pantanal.

Após dias de calor intenso, com os termômetros batendo 35°C , uma frente fria deve chegar a Campinas neste final de semana, baixando temperaturas e trazendo chuvas à região. De acordo com informações do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp, as primeiras mudanças serão sentidas a partir deste sábado (19).

O detalhe é que as possíveis chuvas não serão comuns. Elas podem cair com a fuligem dos incêndios que atingem a região do Pantanal há mais de uma semana e que estão devastando boa parte de um dos principais biomas brasileiros. O fenômeno é conhecido como "chuva negra". 

Leia também: Incêndio atinge área de mata próxima ao Ceasa

Imagens obtidas pelo satélite do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), divulgadas na manhã desta sexta-feira (18), mostram que a fumaça vinda das queimadas está passando por São Paulo, após ser trazida por ventos fortes que são comuns nessa época do ano.

Apesar de não ter como afirmar, o meteorologista Bruno Bayni, do Cepagri, revela que há chances remotas da fumaça chegar à região de Campinas. "Há chances de ter algo nesse sentido, pois na medida em que a frente fria vai se aproximando, os ventos na porção inferior da troposfera até 1/1,5 Km/h vão adquirir orientação de noroeste, que vem da região do Pantanal. Mas isso, claro, se o vento não dispensar", explica.

FRIO

Conforme o meteorologista, o sábado na região será marcado pelo tempo parcialmente nublado e com temperaturas ainda elevadas, que oscilarão entre 21°C a 35°C. No entanto, a previsão é que o clima fique mais instável pela noite, com o aumento de nebulosidade.

Segundo Bainy, essa instabilidade fará com o que o domingo (20) amanheça bastante carregado e, conforme a frente fria for avançando, a tendência é que as temperaturas caiam ao longo do dia, podendo chegar aos 15°C.

Além do clima mais frio, o domingo também será marcado por ventos fortes, com rajadas de até 70 km/h em Campinas e região. Bruno ainda explica que toda essa nebulosidade favorecerá intensas e recorrentes chuvas, com acumulação de cerca 20 mm, que começarão no domingo e devem se estender até terça-feira (22) dia com maior volume de chuva.

"A gente tem possibilidade de chuvas associadas e essa frente fria, que vai ficar estacionária até terça-feira, entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. Os maiores volumes de chuvas estão previstos para terça-feira e tem chance moderada de temporais e de chuvas localmente fortes nesses dias", comenta o meteorologista.

    Veja Também

      Mostrar mais