Enade: só 15,5% de universidades de Campinas têm nota máxima
Reprodução: ACidade ON
Enade: só 15,5% de universidades de Campinas têm nota máxima

Somente 15,5% dos cursos avaliados pelo Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) em universidades de Campinas atingiram nota máxima na última edição da avalição, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (20).

A avalição é realizada sobre um grupo determinado de cursos e é obrigatória para os alunos do último ano da graduação. Os resultados mais recentes são referentes ao ano passado.

Segundo o levantamento, a maior parte dos cursos em Campinas, 33,9%, se encontra na nota 3 do Enade e 29% ficam nas menores notas (1 e 2). Os alunos fazem a prova anualmente e o Enade é aplicado pelo Ministério da Educação.

Das universidades avaliadas de Campinas, apenas cinco, sendo uma pública, atingiram a nota máxima em pelo menos um dos cursos selecionados. São elas: Unicamp, Mackenzie e Unip. Apesar de atingir nota máxima, algumas delas tiveram pontuação baixa em outros cursos avaliados.

Neste ano, fizeram parte desta última edição graduações de 29 áreas, incluindo medicina, odontologia e engenharias. O Enade é feito pelo Ministério da Educação e serve para medir a formação geral e específica dos estudantes.

As notas são reunidas no conceito Enade, com escala de 1 a 5, e expressa o desempenho médio dos estudantes com relação ao desempenho médio da área de avaliação à qual ele pertence. Os dados foram divulgados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais).

VEJA COMO FORAM AS FACULDADE DE CAMPINAS NO ENADE

Centro Universitário Metrocamp Wyden
Cursos avaliados: 10
Nota mais alta: 3 (educação física, fisioterapia, nutrição, biomedicina, engenharia de controle e automação)
Nota mais baixa: 1 (engenharia da computação)

Centro Universitário Salesiano de São Paulo
Cursos avaliados: 8
Nota mais alta: 4 (educação física)
Nota mais baixa: 2 (engenharia mecânica, engenharia da computação, engenharia de produção, engenharia elétrica e engenharia de controle e automação)

Faculdade Anhanguera
Cursos avaliados: 11
Nota mais alta: 3 (engenharia mecânica, educação física e fisioterapia)
Nota mais baixa: 1 (engenharia de produção)

Facamp
Cursos avaliados: 3
Nota mais alta: 4 (engenharia mecânica e engenharia de produção)
Nota mais baixa: 3 (engenharia da computação)

Esamc
Cursos avaliados: 6
Nota mais alta: 3 (engenharia de produção, engenharia ambiental, engenharia civil)
Nota mais baixa: 1 (engenharia da computação)

Faculdade Politécnica de Campinas
Cursos avaliados: 6
Nota mais alta: 2 (engenharia elétrica, engenharia da computação, engenharia de produção)
Nota mais baixa: 1 (engenharia de controle e automação)

São Leopoldo Mandic
Cursos avaliados: 2
Maior nota: 4 (odontologia)
Menor nota: 3 (medicina)

PUC-Campinas
Cursos avaliados: 16
Maior nota: 4 (enfermagem, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia e farmácia)
Menor nota: 2 (engenharia elétrica)

Unicamp
Cursos avaliados: 17
Maior nota: 5 (engenharia de controle e automação, arquitetura e urbanismo, engenharias química, mecânica, civil, de alimentos, da computação, fonoaudiologia, farmácia e educação física)
Menor nota: 4 (engenharia elétrica, medicina e enfermagem)

Unip
Cursos avaliados: 16
Maior nota: 5 (odontologia e tecnologia em radiologia)
Menor nota: 2 (tecnologia em estética e cosmética)

Universidade Presbiteriana Mackenzie
Cursos avaliados: 2
Maior nota: 5 (engenharia de produção)
Menor nota: 4 (engenharia civil)

Universidade São Francisco
Cursos avaliados: 8
Maior nota: 4 (farmácia)
Menor nota: 2 (engenharias química e elétrica)

As notas e avaliação completa estão disponíveis no site do Inep.

NO GERAL

Nas universidades particulares de todo o país apenas 94 cursos de instituições privadas de ensino superior registraram nota máxima, o que representa 1% das 6.360 graduações avaliadas nessas instituições.

Nas federais, 342 cursos alcançaram o indicador máximo, equivalente a 24% do total. Nas estaduais, 11% registraram as notas mais baixas e 16%, a mais alta. (Com informações da Folhapress)

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários