ACidade ON

Setembro traz aumento de produção em 50% das indústrias da região
Reprodução: ACidade ON
Setembro traz aumento de produção em 50% das indústrias da região


Um estudo da Regional Campinas do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) mostrou que que 50% das empresas da RMC (Região Metropolitana de Campinas) em setembro tiveram aumento no volume de produção, em relação ao mês anterior.

Para 71,4% das indústrias pesquisadas nesse mesmo período, o nível de utilização da capacidade instalada ficou entre 70% e 100%. O faturamento em setembro também foi maior para 50% das empresas associadas.

Para o vice-diretor do Ciesp-Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, os principais indicadores dessa sondagem mostram uma retomada positiva na atividade industrial, que na sua avaliação "deve se normalizar nos próximos meses, caminhando para a recuperação".

Em relação aos investimentos na ampliação da capacidade produtiva prevista para os próximos 12 meses,  64,2% das indústrias afirmaram na sondagem que irão atualizar o maquinário já existente ou ampliar a quantidade de equipamentos.

No entanto, José Henrique ressalta que nessa pesquisa 64,2% das empresas apontam para "a necessidade de crédito mais disponível e juros mais baixos nesse período de retomada do crescimento industrial".

PLANO REGIONAL CAMPINAS

Também foi apresentado o Plano Regional de Campinas Logística Internacional e Comércio Exterior. O documento, com 18 páginas, foi elaborado pelo Ciesp-Campinas através do seu Departamento de Comércio Exterior, OAB-Campinas e Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de SP (Sindaspcg). Esse documento foi entregue aos 14 candidatos à Prefeitura de Campinas.

"Acreditamos que é preciso que seja criada uma política de investimento na área de logística, porque temos na RMC, o principal hub na América do Sul, que é o aeroporto de Viracopos e temos acesso aos principais portos. Ou seja, uma política de importação e exportação fará com que possamos ter muitos investimentos e geração de novos empregos, beneficiando e ampliando toda a cadeia produtiva", finalizou.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários