Entregadores durante protesto realizado em julho.
Reprodução/Coletivo de Quebrada
Entregadores durante protesto realizado em julho.


O prefeito Jonas Donizette (PSB) anunciou nesta segunda-feira (26) que 2.200 motoboys de Campinas serão testados para Covid-19 , a partir do dia 3 de novemrbo, em ação solicitada pelo Ministério Público do Trabalho. O objetivo é fazer todos os testes em quatro semanas.

“O inquérito sorológico é um acerto que nós tivemos com um Ministério Público do Trabalho”, explicou Jonas. “Nós vamos, primeiro, ver como está a parte da saúde dos motoboys, e também passar a realidade para as pessoas sobre a questão dos nossos entregadores”, completou.


Você viu?

A testagem não será obrigatória. Os profissionais que tiverem interesse precisam ligar no 160, o disque saúde, para se cadastrar e participar.

“A relação deles com as empresas é muito informal, então não temos muitos dados. É uma parceria muito importante com o MPF. Os trabalhadores vão agendar no 160, entrar em contato para fazer o agendamento”, disse o secretario de Saúde, Carmino de Souza.

O teste

O método que será utilizado consiste em uma análise de sangue feita por um equipamento do laboratório Hilab, é o mesmo que a Prefeitura utilizou para testar profissionais da Educação, Saúde e Segurança.

Os testes serão aplicados por voluntários de escolas técnicas e universidades no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), na Faria Lima, e Policlínica 2, na Francisco Glicério.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários