ACidade ON

Polícia Federal efetuou prisões em Viracopos no início de outubro.
Divulgação/Polícia Federal
Polícia Federal efetuou prisões em Viracopos no início de outubro.

A Justiça Federal determinou a soltura de dois policiais e mais 27 suspeitos que foram presos no início de outubro durante a operação "Overload" da PF (Polícia Federal. Eles eram suspeitos de participarem de uma organização criminosa de tráfico internacional de drogas que usava como base o Aeroporto Internacional de Viracopos , em Campinas .

Além dos policiais, funcionários terceirizados envolvidos na organização criminosa também são suspeitos de receberem até R$ 50 mil por carga de drogas enviada à Europa.


Você viu?

O esquema veio à tona no dia 6 de outubro, quando foi deflagrada uma megaoperação contra os suspeitos que agiriam no terminal. A operação deixou dois mortos e 24 pessoas foram presas na região.

De acordo com a 1ª Vara Federal, o pedido da PF para a prorrogação da medida por 30 dias foi negado porque não foi comprovada a necessidade da manutenção da prisão. 

OS MANDADOS

Na região foram cumpridos 26 mandados. Além de campinas, os mandados foram cumpridos também em Americana e Monte Mor. Na última cidade, a PF apreendeu R$ 180 mil em notas. Ao todo, R$ 7 milhões em bens foram bloqueados.

Entre os suspeitos mortos, um foi localizado no bairro Campo Belo e outro no bairro Cidade Singer, em Campinas. Segundo a PF, um dos acusados tinha passagem por roubo e homicídio, já o outro não tinha ficha criminal. As circunstâncias das mortes serão investigadas.

Além das buscas na região foram cumpridos mandados nos Estados em Mato Grosso, Amazonas e Rio Grande do Norte, que totalizaram 35 prisões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários