ACidade ON

Taxa de transmissão do coronavírus em Campinas está abaixo da média nacional.
Carlos Bassan / Pref. de Campinas
Taxa de transmissão do coronavírus em Campinas está abaixo da média nacional.

Diferente da situação do Brasil, a taxa de transmissão de covid-19 em Campinas é menor que 1. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (25) pela Prefeitura em live oficial.

Ontem, o índice brasileiro informado pelo Imperial College de Londres, no Reino Unido, foi de 1,3. Já, em Campinas, a taxa de transmissão está em 0,78 desde o começo deste mês. O índice também é o mais baixo desde o começo da pandemia segundo a Prefeitura.

Você viu?


ÍNDICE BRASIL  

Esse índice global do Brasil, segundo especialistas, é preocupante pois é o mais alto desde maio. O dado dá uma estimativa de como a doença se espalha entre a população. Além disso, ajuda a tomar decisões em relação a medidas sanitárias para conter a doença.

Na prática, a taxa significa que a cada 100 pessoas contaminadas com a covid-19 outras 130 podem ser infectadas. Pela margem de erro das estatísticas, essa taxa pode ser maior (Rt de até 1,45) ou menor (Rt de 0,86). A atualização da estimativa do Brasil foi divulgada ontem e se refere à semana que começou na segunda-feira, dia 23.

DADOS DE CAMPINAS

Durante a live de hoje o secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, afirmou que a cidade está numa situação "serena", mas alertou já que o perigo existe, pois ainda não há uma imunização finalizada contra o novo coronavírus. "Estamos vivendo no perigo. O vírus gosta de gente, não gosta de frio ou calor. Precisamos seguir com os cuidados de isolamento e higiene, pois existe o risco de ter uma intensificação (da transmissão)", disse ele.

O secretário também afirmou que esta quarta-feira foi um dia ruim em relação ao mundo, já que tivemos o maior número de mortes pela doença em 24 horas. Segundo balanço da Universidade Johns Hopkins, o planeta registrou pela primeira vez mais de 12 mil vítimas em 24 horas. 

"Somente nos Estados Unidos foram mais de duas mil mortes. Estamos vivendo um momento perigoso", afirmou ele. A Prefeitura também atualizou os números da doença na cidade. Foram registradas mais duas mortes e com isso o total de óbitos desde o início da pandemia chegou hoje a 1.362 e o total de casos é de 42.081.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários