ACidade ON

Com cachorrinha queimada e aumento de animais, ONG pede ajuda
Reprodução: ACidade ON
Com cachorrinha queimada e aumento de animais, ONG pede ajuda

Com queda de 70% das doações de voluntários durante a pandemia, o projeto " Adorável Vira-Lata ", de Campinas , pede ajuda para o tratamento dos animais e compra de rações. De acordo com a protetora independente Marinês Barbosa da Silva, o cenário pandêmico tem contribuído para que mais cachorros e gatos sejam abandonados, enquanto as doações só caem.  

As doações também ajudarão no tratamento da Narizinho , uma cachorra que teve parte do corpo queimado e foi resgata pela instituição. "Nosso projeto a resgatou, mas devido a complicações precisa de exames mais específicos. Para o tratamento da narizinho precisamos de R$ 2,5 mil entre tudo". 


Marinês conta que não sabe mais como continuar com os resgates em meio à pandemia. Segundo ela, as doações de rações e medicamentos caíram cerca de 70%. "Nós chegamos até a abrir uma vakinha, mas não deu 1 real de retorno", lamenta. 

Você viu?

Além da queda, outro problema apontado por Marinês, que abriga cerca de 70 cães e gatos no projeto, é que os abandonos de animais, em Campinas e região, aumentaram consideravelmente desde que a pandemia afetou o mercado de trabalho. Sem renda, muitas famílias deixaram seus pets nas ruas.  

Segundo ela, são necessários 150 kg de ração por mês para alimentar os bichos, o que dá em média R$ 2 mil fixo. "Estamos pedindo ajuda a algumas pessoas, mas sem resposta. Enquanto isso compramos ração a granel, o que cai muito a qualidade de vida desses cães", comenta. 

Os interessados em ajudar podem fazer as doações por meio da conta bancária abaixo ou pela vaquinha on-line . (clique aqui)  

Banco Itaú
Agência: 0940
Conta Corrente: 78123-0
Cnpj: 37.768.953/0001-04
Projeto Adorável vira lata Campinas  

O PROJETO 

O projeto Adorável Vira-lata surgiu há mais de 10 anos e é administrado por Marinês e voluntários. Atualmente, o projeto busca se tornar uma ONG (Organização Não Governamental) para expandir sua atuação em Campinas e nos municípios vizinhos, para estabelecer um vínculo ainda maior com a causa animal, outras instituições, parceiros, colaboradores e mantenedores.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários