ACidade ON

Prefeitura entrega terminal do BRT Campo Grande
Reprodução: ACidade ON
Prefeitura entrega terminal do BRT Campo Grande


A Prefeitura de Campinas entregou na manhã de hoje (4) o Terminal BRT Campo Grande , localizado na Avenida John Boyd Dunlop . A entrega foi feita virtualmente através de uma transmissão nas redes sociais.

Segundo a Administração, o terminal, localizado no Corredor Campo Grande é o maior dos três corredores previstos na cidade. A operação dele está prevista para começar na próxima quarta-feira (9), ainda no sistema convencional de transporte, já que a licitação para os ônibus do BRT ainda não foi completada, após ser barrada pela Justiça .


Outros dois terminais do BRT já foram ativados e também funcionam no sistema convencional: o terminal Satélite Íris, também na John Boyd, e o Terminal Santa Lúcia, na Ruy Rodriguez.

Você viu?

Ao todo, o projeto do BRT prevê outros quatro terminais, na região do Terminal Mercado, no Campos Elíseos, Ouro Verde e Vida nova.

"É uma satisfação tremenda .Ele será o maior terminal do BRT de Campinas, maior terminal urbano da região metropolitana, e terceiro do Estado em tamanho da estrutura", disse o secretário de Transportes, Carlos José Barreiro.

Segundo a Administração, o terminal tem 30 mil metros quadrados, e conta com cinco plataformas de embarque e desembarque, 12 faixas internas para circulação e duas bilheterias. 

CORREDOR CAMPO GRANDE 

Segundo a Prefeitura, mais de 87% do Corredor BRT Campo Grande já está liberado para a circulação. No último dia 27, a Administração entregou a liberação de 2,5 km do sistema viário do corredor, no trecho do viaduto férreo até o Jardim Nova Esperança.

Ao todo, o corredor do Campo Grande tem 17,9 km de extensão, saindo da região Central, ao lado do Terminal Mercado, até chegar ao Terminal Itajaí, passando pela John Boyd e Terminal Campo Grande. 

BRT 

Em toda a obra do BRT em Campinas foram investidos R$ 450 milhões, com a construção de 36,6 quilômetros de corredores, 36 estações, sete terminais e 18 pontes e viadutos. A entrega da obra, prevista para o fim deste ano deve beneficiar diretamente 450 mil pessoas que dependem do transporte público. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários