ACidade ON

Homem foi detido suspeito de atacar mulheres no Centro de Campinas.
Divulgação Guarda Municipal de Campinas
Homem foi detido suspeito de atacar mulheres no Centro de Campinas.


A Guarda Municipal deteve na manhã de hoje (7) o homem que atacou uma jovem de 22 anos na semana passada na Avenida Orosimbo Maia , no Centro de Campinas .

O caso aconteceu na última quarta-feira (2) por volta das 22h30, quando uma atendente de lanchonete foi agarrada pelo homem que estava nu enquanto caminhava até o ponto de ônibus, após o expediente de trabalho.


O suspeito foi identificado como Josuel Filho Alves, de 41 anos. Segundo a GM, ele foi encontrado hoje enquanto caminhava perto do local onde a vítima relatou os fatos, no entroncamento da Orosimbo com a Avenida Anchieta.

Segundo o comandante da Guarda Municipal de Campinas, Márcio Frizarin, havia uma solicitação da Policia Civil para que o homem fosse encaminhado para esclarecimentos. Ele foi detido e encaminhado à 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), no Jardim Proença.

Você viu?

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) foi procurada para esclarecer o teor do depoimento e se o homem permanecerá preso, mas ainda não retornou a reportagem.

Segundo a GM, o homem é morador em condição de rua e vive naquelas imediações. Ele mora debaixo de um pontilhão, e constantemente é visto caminhando nu.  

O CASO 

A atendente de lanchonete Melissa Mendes conta que estava indo para o ponto de ônibus após sair do trabalho na quarta-feira, quando foi agarrada pelo homem que estava escondido pelado atrás do canteiro central da avenida.

Ela diz que conseguiu se soltar e se jogou na frente dos carros, com medo de ser estuprada. Após conseguir ajuda de pessoas que passavam pelo local, ligou para a polícia, mas como nenhuma viatura chegou, foi embora por medo de ficar sozinha.

Enquanto aguardava, Melissa afirma que viu mais duas mulheres sendo atacadas pelo homem. Ela registrou a indignação através das redes sociais, em um post que teve milhares de compartilhamentos.

Após a vitima ir embora, a Policia Militar chegou ao local e até mesmo encontrou o suspeito, que foi abordado mas liberado por falta de acusação, já que o boletim de ocorrência ainda não havia sido feito. Melissa registrou queixa no dia seguinte, na 1ª DDM.

Em nota encaminhada na última sexta-feira (4) a Polícia Militar esclareceu que foi acionada pela vítima na data da ocorrência, mas ao checar no local encontrou o homem vestido.

Segundo a PM, agentes da corporação presentes no local tentaram contato com a vítima, mas sem sucesso. Devido as circunstâncias e como não houve materialidade do crime, o suspeito foi liberado. A nota diz ainda que a PM, "por meio de redes sociais, tomou conhecimento de imagens e postagens que seriam relativas ao ocorrido, sendo tudo registrado e encaminhado, com dados da pessoa abordada para conhecimento e apuração dos fatos pela Polícia Civil, que investigará o caso". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários