ACidade ON

Cmara devolve mais de R$ 30 milhes  Prefeitura
Reprodução: ACidade ON
Cmara devolve mais de R$ 30 milhes Prefeitura

Você viu?

A Câmara de Campinas declarou nesta terça-feira (15) que vai devolver mais R$ 6,5 milhões à Prefeitura de Campinas . Ao todo neste ano, já são R$ 30,8 milhões destinados pela Casa de Leis ao Município.

Antes deste depósito, a Câmara havia feito outros cinco repasses ao Executivo. O primeiro deles foi em abril, no valor de R$ 6,8 milhões, para serem empregados pela Prefeitura no combate à pandemia do novo coronavírus.



Em junho, foram disponibilizados R$ 2 milhões, utilizados para compor o pagamento da ampliação de leitos do Mário Gatti destinados a infectados pela covid-19 foi feita uma ampliação de 48 leitos, sendo dez de UTI e 38 de retaguarda.

Em agosto, o Legislativo transferido R$ 5,5 milhões ao Executivo para que fossem pagos dois meses do Cartão Nutrir a 26 mil famílias (cerca de 100 mil pessoas).

Por fim, em outubro, a Casa encaminhou um total de R$ 10 milhões para bancar os benefícios do Cartão Nutrir para 26 mil famílias por mais dois meses, bem como serem usados para o pagamento de encargos como horas-extras e outros ao agentes de saúde do município.

Somados aos R$ 31,2 do ano passado, já são R$ 62 milhões disponibilizados à cidade - um valor histórico: 2019 e 2020 são as maiores doações da Casa à Prefeitura em 223 anos.

"Isso é possível graças a um trabalho de economia e gestão, do qual fazem parte todos os vereadores e servidores da Câmara. Em especial neste ano de 2020, redobramos esforços para poder ajudar a cidade no combate à pandemia e aos impactos causados por ela, aos quais foram destinados integralmente os 24,3 milhões que haviam sido encaminhados neste ano antes da data de hoje. É de nosso entendimento que os R$ 6,5 milhões que repassamos nesta data terão destino definido pelo prefeito eleito Dário Saadi, mas solicitamos a ele, desde já, que também sejam empenhados no combate ao coronavírus", disse o vereador Marcos Bernardelli (PSDB), presidente da Câmara.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários