ACidade ON

Fase vermelha: posse na Cmara ser feita de forma virtual
Reprodução: ACidade ON
Fase vermelha: posse na Cmara ser feita de forma virtual

A Câmara de Campinas definiu que a posse dos vereadores, vice e prefeito eleitos vão ocorrer de forma on-line. O motivo é que o Estado todo está na fase vermelha do Plano São Paulo no dia 1º de janeiro. 

O governo de São Paulo anunciou, na terça-feira (22), que todo o Estado irá retroceder à fase vermelha do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena de combate ao coronavírus . A medida vai valer durante dois períodos: entre os dias 25 (Natal) e 27 de dezembro e entre os dias 1º (Ano Novo) e 3 de janeiro de 2021. A intenção é conter o avanço de casos e mortes por covid-19.

Os parlamentares, a exceção da vereadora Mariana Conti (Psol), que presidirá a sessão, e dos integrantes da Mesa definidos por ela (que ficarão no plenário e respeitando distâncias mínimas), ficarão nos próprios gabinetes e tomarão posse virtualmente.

Depois que isso ocorrer, a Câmara dará posse ao prefeito e ao vice também em sala virtual, ainda com transmissão ao vivo pela TV Câmara. Importante ressaltar que, diferentemente dos vereadores, tanto Dário Saadi quanto Wanderley Almeida não estarão na Câmara e, sim no Salão Azul da Prefeitura.

Você viu?

LOGÍSTICA

A Câmara também determinou faixas de horários diferentes para a chegada dos parlamentares que tomarão posse. Todos passarão por medição de temperatura na entrada, sendo que em caso de febre deverão voltar para as próprias casas e participar virtualmente da posse de lá.

Tanto o vereador ou vereadora quanto o convidado ou assessor trazido deverão utilizar máscara o tempo todo e, uma vez liberados na medição térmica, serão conduzidos ao próprio gabinete, onde deverão permanecer até o final da posse (a exceção daqueles ou daquelas que forem chamadas por Mariana Conti para compor a mesa e que, feito o convite, deverão se dirigir aos lugares designados no plenário).

ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA

Após a posse de vereadores, prefeito e vice-prefeito, se iniciará a votação para presidência e mesa diretora da Câmara. A vereadora Mariana Conti dará ciência das chapas/parlamentares concorrentes também de maneira virtual e chamará então, individualmente e por ordem alfabética, os parlamentares.

Assim que tiver seu nome chamado, o vereador ou vereadora se dirigirá ao Plenário, assinará o livro de posse e, na sequência, irá à tribuna onde irá declarar verbalmente o voto e entregar a cédula que deverá preencher já no próprio gabinete.


Depois disso, o votante deverá voltar ao próprio gabinete e o parlamentar seguinte será chamado para passar pelo mesmo processo.

Depois de todos terem votado, o resultado será contabilizado e o nome do novo ou nova presidente será anunciado, para que venha ao plenário assumir o comando da reunião e da Casa - e encerrar o encontro do dia 1º de janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários