ACidade ON

Aps endurecimento do Estado, Campinas volta hoje para fase amarela
Reprodução: ACidade ON
Aps endurecimento do Estado, Campinas volta hoje para fase amarela

Após ficar três dias na fase vermelha do Plano São Paulo , depois de um endurecimento do Estado nas regras de flexibilização da quarentena , a região de Campinas volta hoje (28) para a fase amarela , tendo o primeiro dia com comércio autorizado a funcionar após o Natal.  

A "liberação" permanece até quinta-feira (31), e já no dia 1º todo o Estado volta a cumprir outros três dias de medidas restritivas, que autoriza apenas o funcionamento de setores essenciais.  

Na última terça-feira (22) o governo de São Paulo apresentou um plano de retrocesso à fase vermelha para conter o avanço da pandemia no Estado. 

Com todas regiões em alerta e devido à evolução de casos, internações e mortes em decorrência da covid-19, São Paulo optou por endurecer as medidas neste período de final de ano, determinando o cumprimento das regras da fase vermelha entre os dias 25 e 27 de dezembro. O mesmo deverá ocorrer entre os dias 1º e 3 de janeiro, feriado de Ano Novo. Segundo o Estado, a intenção é conter o avanço de casos e mortes por covid-19.  

Com o fim dos três dias de medidas restritivas, Campinas volta hoje para a fase amarela do Plano São Paulo, na qual atualmente permite a abertura de todos os setores econômicos, como comércio, serviços, shoppings, academias, salões e empresas, limitando o funcionamento por 10h diárias e capacidade de até 40%.  

Você viu?


A restrição do horário, no entanto, é menos rígida para comércios, que podem abrir por até 12h diárias. Voltando a normalidade, os shoppings de Campinas retomam o atendimento das 10h às 22h, e o comércio de rua das 8h às 20h.  

Parques, bosques, museus, teatros e cinemas também tem autorização para funcionarem, fazendo controle de público e seguindo as medidas de segurança.  

REVEJA AS REGRAS DA FASE AMARELA:

- Eventos com público em pé ainda são proibidos; 

- Ocupação máxima de shopping centers, galerias, comércio e serviços é de 40% da capacidade, com horário limitado a 12h diárias;  

- Ocupação máxima de restaurantes ou bares para consumo local também é de 40% e o horário de funcionamento será restrito a 10 horas por dia e até as 22 horas;

- Ocupação máxima de salões e barbearias é de 40% da capacidade e o horário de funcionamento limitado em 10 horas por dia;  

- Eventos, convenções e atividades tem capacidade máxima limitada a 40%, o controle de acesso é obrigatório, assim como hora e assentos marcados; 

- Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginástica tem capacidade reduzida para 30% e aulas e práticas em grupo suspensas;

- Cinemas teatros e museus podem permanecer abertos, com prefeituras tendo autonomia para decidirem sobre o funcionamento.

- Aulas são permitidas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários