ACidade ON

José Tadeu Jorge é o novo secretário de Educação de Campinas.
Divulgação
José Tadeu Jorge é o novo secretário de Educação de Campinas.

A Prefeitura de Campinas está prevendo a volta às aulas presenciais na rede municipal no dia 8 de fevereiro, após ficar o ano de 2020 somente com ensino remoto devido a pandemia de Covid-19 . A data ainda faz parte de um estudo da retomada, que envolve uma série de medidas de segurança.

Na última semana, o novo secretário de Educação de Campinas, José Tadeu Jorge, já acenava para aulas presenciais neste ano e afirmou que o ambiente atual é seguro para isso. No ano passado, a então secretária de Educação Solange Pelicer já havia informado que as aulas poderiam voltar em fevereiro deste ano. 

Você viu?

No cronograma que está sendo feito agora, a ideia é retomar as escolas municipais de educação infantil e de ensino fundamental. Isso deve ser feito com limitação de alunos por sala de aula, distanciamento social entre as mesas e também uso de máscara e álcool em gel.

Em agosto, a Prefeitura chegou a definir que as aulas voltariam a ser presenciais em outubro e que a retomada presencial seria apenas para os alunos de 5º e 9º ano, considerados etapas finais do ensino. Depois, a Administração recuou e manteve o ensino virtual. No total, a rede municipal tem cerca de 70 mil alunos, incluindo os estudantes do EJA (Ensino para Jovens e Adultos).


REDES ESTADUAL E PARTICULAR

As redes estadual e particular de ensino já estão autorizadas desde outubro de 2020 a retomar as atividades presenciais com limite de 35% de alunos e medidas de segurança.

Nesta semana, o secretário estadual de Educação, Rossiele Soares, garantiu a volta às aulas presenciais em fevereiro. Ele também disse que desde a retomada não houve transmissão de covid nas salas de aula.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários