ACidade ON

Guarani: Ricardo Moisés detalha pedido de adiamento
Reprodução: ACidade ON
Guarani: Ricardo Moisés detalha pedido de adiamento

Após a derrota para o Cuiabá, na qual o Guarani foi para a partida com apenas 13 atletas relacionados, sendo que um deles chegou ao estádio momentos antes do jogo (Lucas Abreu), por conta do surto de covid-19 sofrido pelo elenco, o presidente do clube, Ricardo Moisés, concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira. 

Você viu?

O mandatário explicou que o Guarani pediu o adiamento da partida para o dia 27, mas não foi atendido. "Entramos em contato com a CBF, explicamos que só tínhamos 12 jogadores (com condições de jogo) concentrados em Cuiabá e fundamentamos o pedido. Em conversa com a CBF, eles informaram que só haveria a possibilidade de adiamento para hoje (sexta-feira)", disse.

Diante deste cenário, em conversa com o departamento de futebol, os atletas que foram diagnosticados infectados alegaram que gostariam de retornar o mais rápido possível para Campinas, para ter os cuidados adequados. "Por isso optamos por fazer esse sacrifício que o Lucas Abreu fez, de chegar em cima do jogo, em prol da coletividade, de todo elenco, e de diminuir o sofrimento que esses atletas estavam em Cuiabá", explicou Ricardo Moisés.

Ao todo, o Guarani teve 17 desfalques por Covid-19 na partida de ontem: Bidu, Renanzinho, Matheus Souza, Giovanny, Deivid, Mateus Ludke, Caio, Rafael Pin, Bruno Bianconi, Titi, Bruno Silva, Gabriel Mesquita, Jefferson Paulino, Lucas Crispim, Victor Ramon, Waguininho e Walber. No embate diante do Cuiabá, apenas dois atletas ficaram no banco de reservas.

"É um grupo de vencedores. Enalteço demais o trabalho dessa comissão técnica e jogadores. Ontem demonstraram de forma clara que são guerreiros e honram a camisa do Guarani acima de tudo. É muito bom trabalhar com um grupo assim, que mesmo diante de tantas dificuldades se sacrifica para honrar os compromissos do clube", finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários