Covid-19: ocupação de enfermaria atinge taxa de 98,3%
Reprodução: ACidade ON
Covid-19: ocupação de enfermaria atinge taxa de 98,3%

A Secretaria de Saúde de Campinas informou que a taxa de ocupação de leitos de enfermaria para tratamento de pacientes com covid-19 chegou a 98,3% nesta sexta-feira (22). Esta é a primeira vez que a Pasta demonstra preocupação com este tipo de leito. 

LEIA MAIS 
Campinas volta à fase laranja e ficará na vermelha após às 20h e aos finais de semana

Campinas adia volta das aulas presenciais da rede municipal para março 

De acordo com a diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), Andrea Von Zuben, a rede municipal conta com 123 leitos de enfermaria e, hoje, apenas dois estão livres.

"A luz acendeu, nós precisamos ficar atentos", afirmou o presidente da Rede Mário Gatti, Sério Bisogni.

Andrea explicou que, no total, incluindo SUS estadual e rede privada, Campinas conta com 386 leitos de enfermaria exclusivos para covid-19, sendo que 270 estão ocupados.

A Secretaria de Saúde de Campinas também divulgou que o SUS da cidade conta com apenas quatro leitos disponíveis de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular ( leia mais aqui ).

MUDANÇAS

A região de Campinas regrediu de fase do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena de combate ao coronavírus. Até então na fase amarela, o DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas ficará agora na fase laranja, mais restritiva (com a redução de horário de funcionamento e capacidade de ocupação).

O retrocesso veio em meio ao aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para covid-19 e o de novos casos por número de habitantes, que já indicavam um possível recuo. A mudança passa a ser válida na próxima segunda-feira, dia 25.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários