ACidade ON

Indústria tem queda de 23% na exportação durante a pandemia
Reprodução: ACidade ON
Indústria tem queda de 23% na exportação durante a pandemia

As indústrias da região de Campinas tiveram queda de 23% nas exportações no ano passado, em comparação com 2019. Os dados foram divulgados pela regional de Campinas do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).

De acordo com a entidade, em 2019, o valor gerado com o envios de mercadorias para fora do país foi de US$ 3,3 bilhões. No ano passado este valor caiu para 2,5 bilhões entre janeiro e dezembro.

Você viu?

"Esperamos, sim, uma recuperação, não dá pra dizer de quanto, mas mesmo ainda com o problema da pandemia e as empresas precisando fazer ajustes, esperamos que a balança comercial se recupere sim, principalmente no setor mais forte da região de Campinas, que é o de tecnologia, eletrônicos, máquinas e equipamentos", explicou, afirmou o diretor do Departamento de Comércio Exterior do Ciesp Campinas, Anselmo Riso.

VOLUME

O vice-diretor do Ciesp-Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, destacou que 47% das empresas associadas à entidade aumentaram o volume de produção no período de janeiro-fevereiro desse ano.

Nesse mesmo período, o faturamento das associadas permaneceu estável para 35% e aumentou para 41%. Para 24% ocorreu queda no faturamento. Na sua análise, Corrêa frisou que 94% dos respondentes da pesquisa apontaram como fundamental e obrigatório (para 59%) e importante (para 35%), a necessidade de crédito mais disponível e juros mais baixos para a retomada do crescimento industrial.


O vice-diretor do Ciesp-Campinas acrescentou que os indicadores dessa Pesquisa de Sondagem Industrial mostram que a produção e vendas estão em patamares relativamente positivos, a inadimplência está inalterada e a utilização da capacidade instalada pode ser ampliada, uma vez que pela sua análise existe consumo represado.

"Verificamos que 64% das indústrias estão operando com até 70% da capacidade instalada, enquanto 36% estão operando na faixa de 70,1% até 100%", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários