Polícia Federal adia provas de concurso público por causa da pandemia
Reprodução: ACidade ON
Polícia Federal adia provas de concurso público por causa da pandemia

A Polícia Federal anunciou no começo da tarde de hoje (11) o adiamento das provas do concurso público que aconteceriam no dia 21 deste mês. 

O concurso traria o provimento de vagas de delegado, agente, escrivão e papiloscopista para a PF. Segundo a nota do comunicado, o adiamento foi tomado "em razão das medidas restritivas adotadas pelos estados e municípios, em decorrência da pandemia de covid-19". 

Ainda segundo o texto, "na data provável de 14 de maio será publicado no Diário Oficial da União o edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização da prova objetiva e da prova discursiva, que serão aplicadas possivelmente em 23 de maio". 

O CONCURSO

A PF abriu do dia 22 de janeiro as inscrições do concurso para 1,5 mil vagas na instituição, com salários iniciando em R$ 12 mil. As inscrições já foram encerradas.

Você viu?

Ao todo são 1,5 mil vagas para a PF em cargos como agente da polícia, escrivão, papiloscopista e delegado. Os salários variam de R$ 12 mil a R$ 23 mil. Além das vagas anunciadas, há expectativa de convocação de mais 500 excedentes. 

As provas seriam realizadas em 21 de março, em todas as capitais do país. Além do exame objetivo e discursivo, o processo seletivo contará ainda com provas de aptidão física, avaliação médica e psicológica, prova oral e prova de digitação para os cargos de delegado e escrivão, além de avaliação de títulos e investigação social. 

Os aprovados serão convocados para o curso de formação profissional com duração de 10 semanas e realizado na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários