Campinas tem último final de semana antes da fase emergencial
Reprodução: ACidade ON
Campinas tem último final de semana antes da fase emergencial

Esse é o último final de semana da fase vermelha de restrições estadual de combate a quarentena em Campinas. A partir da próxima segunda-feira, dia 15, todo o Estado vai entrar na fase emergencial com novas regras de restrições previstas para conter a pandemia de covid-19. 

Nesta fase emergencial, celebrações religiosas e esportivas coletivas estão proibidas. No total, 14 atividades foram atingidas pela mudança. Também haverá um toque de recolher, das 20h às 5h, com blitz educacional. Policiais podem abordar pessoas e dispersar aglomerações.  

"Qualquer um pode ser abordado e aí vai ser orientado. Não vai ter punição para quem está indo para casa, para quem está caminhando sozinho. Só vamos orientar a não permanecer nas ruas", explicou o coronel da Polícia Militar, Álvaro Batista Camilo. 

A intenção é reduzir a circulação de pessoas e com isso tentar barrar a alta na ocupação hospitalar. 

O QUE MUDA A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA, DIA 15 ATÉ DIA 30

TOQUE DE RECOLHER 

O governo também instituiu um toque de recolher que funciona, na verdade, como uma expansão do chamado "toque de restrição" para o período das 20h às 5h. 

Na prática, não muda muito do que já existe. Os serviços essenciais que se manterão abertos nesta fase emergencial, como supermercados e farmácias, continuarão a funcionar e quem estiver circulando deve apresentar motivo de urgência, como saúde e trabalho, para estarem na rua. 

COMÉRCIO

Lojas de materiais de construção sairão da lista de essenciais e não devem funcionar. Assim como os demais comércios, desde a fase vermelha, é permitido apenas a entrega de produtos (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local. 

Você viu?

Farmácias, mercados e postos de gasolina continuam abertos, seguindo os protocolos sanitários, porque são considerados serviços essenciais. Em Campinas, ainda podem funcionar concessionárias de veículos, oficinas mecânicas e lojas de óticas que também são consideradas essenciais. 

RESTAURANTES

Retirada de refeições em bares e restaurantes estão proibidas, assim como o atendimento presencial, nas mesas o drive-thru está liberado das 5h às 20h e o delivery, sem restrição de horário. 

ESCOLAS 

A Secretaria Estadual da Educação antecipou os recessos escolares de abril e outubro. Desta maneira, as escolas estaduais não terão atividades entre 15 e 28 de março. As unidades, entretanto, poderão ficar abertas para atender estudantes que precisem de alimentação e material escolar. Mas em Campinas isso não vai ocorrer porque o decreto municipal é ainda mais rigoroso do que o estadual e proibe, até o dia 30 de março, as aulas presenciais na rede pública e na particular (leia mais aqui). 

ESPORTE

As práticas de atividades esportivas coletivas estão proibidas. O campeonato paulista de futebol, por exemplo, será suspenso até o fim do mês. 

IGREJAS

Estão proibidas cerimônias religiosas coletivas. Líderes religiosos podem receber fiéis individualmente, seguindo todos os protocolos sanitários, como distanciamento social e uso de máscara.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários