Câmara restringe mais a circulação de pessoas no prédio do Legislativo
Reprodução: ACidade ON
Câmara restringe mais a circulação de pessoas no prédio do Legislativo

Com o agravamento da crise na saúde por conta da pandemia da covid-19, a Mesa Diretora da Câmara de Campinas resolveu endurecer ainda mais as medidas de prevenção à propagação do coronavírus no âmbito do Poder Legislativo. Assim, até o dia 31 de março está completamente suspenso atendimento ao público. Até então, era possível receber visitas agendadas na parte da manhã, das 9h às 12h.

De acordo com as novas normas sanitárias, que serão publicadas nesta terça-feira (16) no Diário Oficial, os gabinetes dos vereadores poderão contar apenas com um servidor em caso de trabalho presencial estritamente necessário para o funcionamento do serviço público.

Durante esse período todos os setores administrativos da Câmara deverão priorizar as atividades em regime de teletrabalho. As reuniões para deliberação sobre projetos de lei continuam sendo realizadas por Sistema de Deliberação Remota, bem como as reuniões das comissões permanentes e as audiências públicas.

As determinações estão em acordo com a situação de pandemia decretada pela Organização Mundial da Saúde, com dois decretos decorrentes que da fase emergencial para o funcionamento dos órgãos da administração e do decreto estadual que institui medidas emergenciais, de caráter temporário e excepcional, no período de 15 a 30 de março de 2021, da proliferação do coronavírus.

"A situação se agrava a cada dia, e por isso, temos que estar em sintonia com as autoridades sanitárias. Queremos evitar ao máximo o trânsito de pessoas dentro do prédio da Câmara", disse o vereador Zé Carlos (PSB), presidente da Câmara de Campinas.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários