HC da Unicamp continua com atendimento suspenso.
Suelma Tanaka/HC Unicamp
HC da Unicamp continua com atendimento suspenso.

O HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp manteve nesta terça-feira (16) a suspensão dos atendimentos no PS (Pronto-Socorro) devido à superlotação. A decisão ocorre uma semana depois da primeira suspensão, na terça-feira (9) passada, que durou até hoje. No período, o hospital tem enfrentado dias de superlotação e ontem não havia leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com Covid-19.

Além do atendimento restrito, o HC também está com as cirurgias eletivas - aquelas sem urgência para serem feitas - suspensas até o dia 26 de março. De acordo com a superintendência do hospital, a capacidade operacional registrada ontem era de 219%.

Você viu?

Essa porcentagem inclui duas salas de emergência (vermelha) destinada à estabilização dos pacientes graves que chegam à unidade. "Com esse cenário, não será possível manter o atendimento em fluxos separados (covid e não covid) caso cheguem mais pacientes", explicou o HC em nota.


COMO ESTÁ HOJE

Ainda de acordo com a Unicamp, hoje a unidade de emergência referenciada está com 26 pacientes, sendo 20 com indicação de internação em enfermarias - 16 covid confirmados e sete pacientes graves entubados (6 covid e 1 não covid). Além disso, nos últimos dias houve um aumento expressivo de procura espontânea de casos com síndromes respiratórias que lotaram a unidade.

Essa medida de suspensão de internações para cirurgias eletivas é para dar vazão aos pacientes do PS. O comunicado do HC foi enviado à Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) para que os serviços de resgate das rodovias, Samu, Prefeituras da região e grupamento Águia da Polícia Militar fossem notificados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários