Campinas continua com ocupação de UTIs no limite.
Divulgação/Unicamp
Campinas continua com ocupação de UTIs no limite.

Campinas abriu, nesta sexta-feira (19), mais sete leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Mesmo assim, a taxa de ocupação cresceu novamente e hoje o município conta apenas com dez vagas livres apenas uma é pelos SUS. Ontem, Campinas tinha 18 vagas livres. 

Além disso, hoje a Secretaria de Saúde confirmou mais 21 óbitos por covid-19. Com isso, a cidade tem agora 2.116 moradores que perderam a vida para coronavírus desde março de 2020. Já os casos confirmados chegaram a 76.561, com a inclusão de 1.202 novos registros.

Ontem, a rede particular tinha 223 leitos de UTI e hoje esse número saltou para 230, porém 221 estão ocupados, o que equivale a 96,09%. Há apenas nove leitos livres.

UMA VAGA NO SUS 

Já no SUS, são 180 leitos de UTI, sendo que 179 estão ocupados. Há apenas um leito livre no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

No total, Campinas conta com 410 leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19. Deste total, 400 estão ocupados, o que corresponde a 97,56%.

Você viu?

FILA

A Secretaria de Saúde também confirmou que há 167 pacientes suspeitos ou confirmados com covid-19 na fila de espera que precisam de leitos de enfermaria ou UTI.

Deste total, segundo a Pasta, 104 aguardam na lista de espera por uma vaga na UTI-Covid. Outras 63 pacientes precisam de uma vaga em leitos de enfermaria.


Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal: 140 leitos, dos quais 140 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leito livre.

SUS Estadual: 40 leitos, dos quais 39 estão ocupados, o que corresponde a 97,5%. Há um leito disponível.

Particular: 230 leitos, dos quais 221 estão ocupados, o que equivale a 96,09%. Há nove leitos livres.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários