Campinas aderiu toque de recolher com policiamento a partir das 20h.
Divulgação/Prefeitura de Campinas
Campinas aderiu toque de recolher com policiamento a partir das 20h.

Campinas registrou, na segunda-feira (22), a melhor taxa de isolamento social para uma segunda desde o começo deste ano. Esta foi a primeira a estar inserida dentro do toque de recolher que a cidade adotou na semana passada.

As informações dos índices de isolamento foram obtidas pelo Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo), que analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

Essa segunda-feira (22), o índice chegou a 39%. Na semana passada, o segundo mais alto, ele estava em 38%. Esta mesma marca já havia sido atingida no dia 11 de janeiro (veja os dados completos abaixo).

Você viu?

Apesar da melhora no isolamento, neste ano apenas em duas oportunidades em dias úteis Campinas teve uma taxa acima de 40%. Na terça-feira (16) e quinta-feira (18) passada, ambas com 42%.


TOQUE DE RECOLHER

O decreto municipal, que foi publicado na quinta-feira, determina o toque de recolher entre 20h e 5h nesse horário tem ocorrido blitz da Polícia Militar e Guarda Municipal na intenção de abordar pessoas nas ruas e pedir para que elas voltem para casa.

A fiscalização do cumprimento das medidas está sendo feita em uma megaoperação, envolvendo a Guarda Municipal, Polícia Militar e a Polícia Civil. Nesse período, é somente permitida a circulação de pessoas que comprovem atuar em atividades essenciais.

Mercados e padarias também são obrigados a fechar, sendo que apenas hospitais, farmácias, postos de gasolinas, hotéis e serviços de delivery podem funcionar. O decreto ainda determina multas e até detenção para quem for pego descumprindo as medidas.

TAXA DE ISOLAMENTO EM CAMPINAS

Segunda-feira (4/01) - 35%
Segunda-feira (11/01) - 38%
Segunda-feira (18/010 - 35%
Segunda-feira (25/01) - 35%
Segunda-feira (1/02) - 35%
Segunda-feira (08/02) - 35%
Segunda-feira (15/02) - 34%
Segunda-feira (22/02) - 34%
Segunda-feira (1/03) - 34%
Segunda-feira (8/03) - 37%
Segunda-feira (15/03) - 38%
Segunda-feira (22/03) - 39%

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários