Prefeito de Hortolândia é enterrado em Jacutinga
Reprodução: ACidade ON
Prefeito de Hortolândia é enterrado em Jacutinga

O prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini (PSD), foi enterrado na manhã desta sexta-feira (2) em Jacutinga, cidade mineira onde nasceu. Perugini morreu ontem por complicações da covid-19 após dois meses de luta na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A cerimônia foi restrita para parentes devido as restrições impostas pela pandemia de coronavírus. 

O político, de 65 anos, estava internado em um leito de UTI de um hospital de São Paulo e teve pioras no quadro de saúde nos últimos dias. Durante a manhã de ontem, a Prefeitura tinha avisado sobre o agravamento no quadro clínico. Já no final da manhã, a assessoria confirmou o óbito.

Perugini foi diagnosticado com a doença no dia 1º de fevereiro e a primeira internação ocorreu no Hospital Samaritano, em Campinas. No dia 3 do mesmo mês, ele foi transferido para a UTI da capital.

Desde a internação, apesar de ter permanecido com o quadro estável, o estado de saúde sempre foi considerado grave por conta da idade e comorbidades que ele apresentava. Ele foi intubado no dia 7 de fevereiro. O vice-prefeito José Nazareno Zezé Gomes (PL), conhecido como Zezé, assumiu interinamente a Prefeitura.

HISTÓRIA

Angelo Augusto Perugini, mais conhecido como Ângelo Perugini, nasceu no dia 6 de abril de 1955, em Jacutinga, em Minas Gerais. Ele estava em seu quarto mandato como prefeito de Hortolândia.

Ele é o irmão mais velho de Agnaldo Perugini, ex-prefeito de Pouso Alegre e ex-marido de Ana Perugini, ex-deputada federal.

Na política, Perugini foi filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores) por 36 anos. Ele se desligou no dia 1º de março de 2016. Pelo PT, foi prefeito de Hortolândia duas vezes, vereador em Sumaré e deputado estadual.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários