São Paulo decide hoje se prorroga fase emergencial e com quais restrições
Reprodução: ACidade ON
São Paulo decide hoje se prorroga fase emergencial e com quais restrições

 O governo João Doria (PSDB) deverá decidir hoje (9) se vai estender ou não a fase emergencial do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena de combate à covid-19. Em vigor desde o dia 15 de março a fase, a mais restrita do plano até agora, está prevista para terminar no próximo domingo, dia 11. 


A decisão deve ser anunciada pelo governo paulista em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (9), a partir de 12h45. A coletiva será transmitida pelo ACidade ON .  

"Nós, felizmente conseguimos uma desaceleração. Já há indicadores de melhora, pequena, mas é uma melhora que deve prosseguir nas próximas semanas. E estamos discutindo a necessidade de extensão ou não da fase emergencial. Isso vai ser feito até sexta-feira. É bem provável que continuemos com os níveis de restrição que temos hoje por mais algum tempo, mas vamos aguardar os próximos dias", afirmou Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, em coletiva de imprensa na última quarta-feira (7). 

O grupo que integra o Centro de Contingência da Covid-19 está reunido com o governador e assessores para decidir se haverá um prolongamento dessa fase ou mudança nas restrições.  

MELHORA

Durante a última coletiva, o governo afirmou que o estado colhe frutos do isolamento social conseguido nas fases emergencial e vermelha. A taxa de ocupação das UTIs, depois de 21 dias, ficou abaixo de 90%, em 89,8%.  

Em Campinas, nesta semana a Prefeitura também citou diminuição nos casos de internação e contaminações pelo vírus , no entanto os números de mortes continuam altos, sendo que nesta semana a cidade bateu o recorde de vítimas fatais registradas em 24h.  

A região de Campinas está desde o dia 3 de março na fase vermelha (até então mais restritiva), e assim como todo o Estado segue desde o dia 15 a fase emergencial. Desde então, comércios, shoppings, e restaurantes não podem atender o público presencialmente. Além disso, a cidade enfrenta o toque de recolher das 20h às 5h, que proíbe a circulação de pessoas.  

QUAIS SÃO OS INDICADORES

Atualmente, segundo o Seade (Fundação Sistema Atual de Análise de Dados) do Estado de São Paulo, o índice de ocupação no DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas está em 86,6% . 

Esse índice manteria a região na fase vermelha, que estipula a permanência nas regiões com mais de 80% de ocupação em UTI.  

Veja como estão os outros indicadores da região:

- Leitos UTI covid-19 por 100 mil habitantes: 29,3

- 520,7 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias  

- 89,0 novas internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias  

- 27,1 óbitos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias  

Para a fase vermelha, são avaliados a taxa de internação, e o número de leitos por covid-19 por habitantes, que nesse momento tem número consideravelmente alto, devido as constantes recargas.  

Também são analisados os indicadores de evolução da pandemia, como a incidência de novos casos, óbitos e internações. Nesta semana a variação semanal ficou equilibrada e em queda. Segundo o Seade houve queda de -19% de casos, -26,5% de mortes e de internações -15,3%.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários