Mário Gattinho não sai do papel e segue sem prazo em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Mário Gattinho não sai do papel e segue sem prazo em Campinas

Você viu?

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), confirmou, na tarde desta segunda-feira (12), durante transmissão nas redes sociais , que ainda não há um prazo para a abertura do Mário Gattinho - unidade que funcionará apenas para atendimento pediátrico e que foi promessa de campanha do mandatário.

A entrega do Mário Gattinho também foi anunciado como parte das ações dos 100 primeiros dias de gestão, mas não houve conclusão.

A primeira opção da Prefeitura de Campinas é o Hospital Metropolitano. A unidade é particular e seria alugada pela Administração para o funcionamento do Mário Gattinho.

Atualmente, o Hospital Metropolitano está sob gestão da Prefeitura de Campinas, sob ordem judicial, para atender casos suspeitos ou confirmados de covid-19 ( leia mais abaixo ).

"Pedimos na Justiça para conseguir alugar o espaço quando a pandemia melhorar. Caso a Justiça permita, será feito lá. Caso não, vamos apresentar outra alternativa", afirmou o prefeito.

A princípio, a unidade pediátrica deve contar com leitos de enfermaria e UTIs (Unidades de Terapia Intensiva). Atualmente, o atendimento pediátrico do Hospital Mário Gatti ocorre no 4º andar da unidade.


NA JUSTIÇA

A unidade foi requisitada judicialmente no começo de março pela Administração após a rede de saúde municipal entrar em colapso com a alta de internações de coronavírus.

Após o ocorrido, a unidade entrou na Justiça requisitando o local de volta, mas teve o pedido de liminar negado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários