Após novo estudo, Campinas volta a rechaçar kit covid
Reprodução: ACidade ON
Após novo estudo, Campinas volta a rechaçar kit covid

Você viu?

O secretário de Saúde de Campinas, Lair Zambon, voltou a afirmar que o uso do tratamento precoce contra Covid, sem eficácia comprovada,  está completamente descartado. A declaração foi embasada após a revista científica Nature divulgar um estudo que mostra que uso de hidroxicloroquina por pacientes com Covid-19 gerou um aumento na mortalidade .

Além disso, o estudo mostrou também que a cloroquina não tem influência no tratamento do paciente. Ela não é perigosa, mas também não ajuda na recuperação. Foram analisados 19 estudos envolvendo os dois medicamentos.

"Não resta mais dúvidas. Na medicina é assim. Não tem mais o que debater sobre o uso ou não. A Nature é uma das revistas mais respeitadas do mundo", disse o secretário.


RETORNO

Nesta semana, o assunto voltou à tona em Campinas após o presidente da Câmara, Zé Carlos (PSB), promover um debate sobre o tratamento precoce utilizado em outros municípios. A intenção inicial era pressionar o prefeito Dário Saadi (Republicanos) a implantar o tratamento precoce na cidade.

No mesmo dia a Prefeitura de Campinas informou que não vai indicar o uso de kit covid em nenhuma hipótese na cidade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários