Corpos são trocados e família enterra parente errado em Artur Nogueira
Reprodução: ACidade ON
Corpos são trocados e família enterra parente errado em Artur Nogueira

Os corpos de dois homens foram trocados no Hospital Samaritano, em Artur Nogueira, e uma das famílias acabou enterrando o parente errado na quinta-feira (15) à tarde. A troca foi percebida por familiares no velório da outra vítima, à noite, que não era de covid-19. Eles acharam estranho o caixão estar lacrado. O caso foi registrado na delegacia da cidade, que investiga a troca.

De acordo com parentes do homem de 55 anos que morreu de covid-19, o filho reconheceu o corpo do pai na manhã de quinta-feira. À tarde aconteceu o enterro da vítima, com caixão lacrado, em Santo Antônio de Posse. Mas, à noite, a funerária entrou em contato com a família para avisar que tinha enterrado o corpo errado.

Após o aviso, o corpo que tinha sido enterrado em Santo Antônio de Posse teve que ser desenterrado pra que os enterros fossem realizados, dessa vez, com a presença das famílias de cada vítima.

"Acabamos enterrando o corpo achando que era do meu tio. Como o outro não era covid-19, ia ter um velório, com caixão aberto. E por isso constaram que a pessoa que estava lá não era da família deles", disse a sobrinha de uma das vítimas. 

OUTRO LADO

O hospital Bom Samaritano de Artur Nogueira lamentou o ocorrido e disse que vai apurar com a funerária o que aconteceu. A unidade informou também que atende todos os protocolos e que os corpos de vítimas da covid-19 ficam separados no necrotério da unidade. Em nota, o Bom Samaritano disse que "não houve nenhuma negligência ou erro por parte do hospital".




"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários