Campinas retoma aulas presencias nesta segunda-feira (19).
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas retoma aulas presencias nesta segunda-feira (19).

A partir desta segunda-feira (19), as escolas estaduais e privadas de Campinas retoma as atividades presenciais na cidade. Já os alunos da rede municipal - ensino fundamental - retornam uma semana depois, a partir do dia 26 de abril. Desde ontem, a cidade e o estado de São Paulo estão sob a fase de transição do Plano São Paulo de flexibilização.

O anúncio do retorno às aulas presenciais ocorreu no dia 9 de abril, quando o município ainda estava na fase emergencial. A autorização da Prefeitura para o ensino presencial é de 35% na capacidade de ocupação das escolas. Já o retorno  presencial da  educação infantil, na rede municipal, a previsão da Secretaria de Educação é que as atividades retornem no dia 3 de maio.

Ainda segundo a Administração, o ensino superior vai continuar com aulas presenciais suspensas. A exceção fica por conta de aulas relacionadas aos cursos de saúde, que podem ocorrer normalmente.

De acordo com o secretário de Educação de Campinas, José Tadeu Jorge, a partir do momento em que a cidade evoluir para a fase amarela, as escolas poderão receber 50% dos estudantes matriculados. Atualmente, a fase de transição deve durar duas semanas (até o 2 de maio). A expectativa é que, com a melhora dos índices, a fase seguinte seja a laranja.

"O retorno presencial é facultativo ao aluno. Caso a família não queira levá-lo à escola, o estudante pode acompanhar as aulas pelo sistema remoto. O conteúdo será o mesmo", explicou o secretário.

Você viu?

FASE AMARELA OU VERDE

Em fevereiro, a Prefeitura de Campinas tinha citado que aulas da rede municipal na cidade poderiam ser retomadas enquanto a cidade estivesse na fase amarela do Plano São Paulo ou na fase verde - o que não ocorreu ainda nesse ano.

Suspensas desde março de 2020 por conta da pandemia de covid-19, as aulas presenciais na rede municipal de ensino estão previstas para retornar agora com regras, como redução de horário e revezamento de turmas, além de uso de máscara e distanciamento entre os estudantes.

Segundo a Prefeitura, as 207 escolas da rede municipal estão preparadas para receber os 68 mil alunos matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental, EJA (Educação de Jovens e Adultos), Profissionalizante e de Qualificação Profissional.

Cada aluno receberá um kit contendo quatro máscaras não descartáveis e um vidro individual de álcool gel. Os professores, além das máscaras, também contarão com protetor facial (face shield).


HISTÓRICO

A suspensão das aulas presenciais tanto na rede pública (Estado) como privada (rede particular) foi tomada no dia 3 de março por decisão municipal. O motivo foi a piora na pandemia em Campinas.

Nas escolas estaduais e particulares as aulas presenciais chegaram a começar de maneira gradual no início do ano - durante a fase laranja do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena, mas foram suspensas pelo decreto municipal - que foi mais duro do que o decreto do Estado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários