Campinas pretende vacinar 2 mil motoristas de ônibus em maio.
Divulgação/Prefeitura de Campinas
Campinas pretende vacinar 2 mil motoristas de ônibus em maio.

A Prefeitura de Campinas vai vacinar contra a Covid-19 o total de 2.009 motoristas, operadores de ônibus, permissionários do transporte alternativo e agentes de mobilidade urbana da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) em maio. O número foi levantado pela Administração e informado nesta terça-feira (20), após o anúncio do governo estadual sobre o cronograma que inclui o grupo.

De acordo com o governado estadual, além do setor de transporte - que também envolve os metroviários e ferroviários - a partir do dia 10 de maio serão vacinadas pessoas com síndrome de Down, transplantados e pacientes renais em terapia (veja datas abaixo).

No dia 11 de maio serão os metroviários e ferroviários e, a partir do dia 18 de maio, os motoristas e cobradores do estado de São Paulo. O governo também pretende antecipar para o dia 23 de abril a vacinação para pessoas com mais de 64 anos. Atualmente, Campinas está vacinando pessoas acima de 67 anos.

No município, vale lembrar, a vacinação é feita por meio de um agendamento obrigatório pelo site https://vacina.campinas.sp.gov.br/. De acordo com a Administração, os profissionais do transporte deverão apresentar comprovante de residência e um comprovante de atuação profissional no setor para receber a vacina da covid.

Você viu?

COMO É FEITO

O agendamento para a imunização é aberto quando novas doses da vacina chegam na cidade. Ontem, a Prefeitura havia informado que enviou ofícios ao Ministério da Saúde e à Secretaria Estadual de Saúde ressaltando a necessidade de vacinação contra a covid-19 de motoristas de ônibus e outras categorias.

A ação foi divulgada após vídeos de motoristas do transporte urbano serem divulgados em grupos de aplicativos. Nos vídeos eles ameaçam uma paralisação nesta terça-feira (20) caso nada fosse feito para acelerar a vacina para a categoria.

AGRESSÃO

Também ontem, um motorista de ônibus do transporte urbano de Campinas relatou uma agressão, que ocorreu na última sexta-feira (16), ao pedir para um passageiro usar a máscara de proteção contra o coronavírus dentro do coletivo. O caso aconteceu por volta das 16h30, na linha 131 (Terminal Vida Nova).

"Recebi um murro, e o sangue desceu logo. Quebrou o osso do meu nariz e meu olho está todo roxo. Até quando essas pessoas vão continuar agredindo os motoristas de ônibus urbanos aqui em Campinas?", indagou o motorista Marivaldo Oliveira. Ele registrou um boletim de ocorrência sobre o caso.


AS DATAS DO NOVO CRONOGRAMA

21 DE ABRIL
65 E 66 anos: 760 mil pessoas

23 DE ABRIL
64 anos: 420 mil pessoas

29 DE ABRIL
63 anos: 420 mil pessoas

6 DE MAIO
60, 61 e 62 anos: 1,4 milhão de pessoas

10 DE MAIO
Síndrome de Down (18 a 59 anos): 50 mil pessoas
Pacientes renais em diálise (18 a 59 anos): 40 mil pessoas
Transplantado imunossuprimidos: 30 mil pessoas

11 DE MAIO
Metroviários e ferroviários: 10 mil pessoas

18 DE MAIO
Motoristas e cobradores de ônibus: 165 mil pessoas

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários