Com 12,2°C, Campinas registra temperatura mais baixa do ano
Reprodução: ACidade ON
Com 12,2°C, Campinas registra temperatura mais baixa do ano

Após ter registrado a mínima mais baixa do ano durante a madrugada da última quarta-feira (21), com 12,8ºC, Campinas voltou a registrar recorde de menor temperatura. Nesta sexta-feira (23), a metrópole registrou 12,2°C, segundo medição do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp. 

Ontem (23), Campinas também teve a menor temperatura máxima do ano, com 25,2°C. De acordo com o Cepagri, a entrada de um ar mais frio deixou as temperaturas mais amenas na região. No entanto, a previsão é que nos próximos dias a temperatura volte a subir, amenizando o frio durante a manhã. 

Ainda segundo o Centro, o final de semana será de predomínio de sol e temperaturas em elevação. As mínimas ainda persistem em torno de 15ºC, e as máximas estão previstas em 27°C no sábado e 28°C no domingo. 

"A umidade relativa do ar fica baixa nos períodos da tarde, com valores mínimos em torno de 30%, o que inspira cuidados redobrados com hidratação. Há indicativos de chuva para o começo da próxima semana, entre a segunda e a terça-feira", alerta o Cepagri. 

Você viu?

CAUSAS DOS RECORDES 

O meteorologista Bruno Bainy explica que uma carta sinótica divulgada pelo CPTEC/INPE (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) aponta uma massa de ar frio no litoral do Estado - responsável pela queda nas temperaturas nos últimos dias. 

"Na carta a gente consegue ver um B que representa a pressão subtropical perto do litoral de São Paulo, que é o sistema de baixa pressão que se devolveu ao longo da semana e está atuando naquela região. Ao Sul da carta temos um A, que é um centro de alta pressão - um anticiclone pós-frontal - que representa a massa de ar frio", detalha. 

Ainda segundo Bainy, o clima mais frio é comum nessa época do ano. "A massa de ar frio está muito perto, e provavelmente é intensa. A gente está em uma época em que as massas de ar frio vêm mais caracterizadas nas regiões polares, e conseguem manter mais as propriedades delas até chegar às latitudes mais baixas".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários