Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar motorista de app em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar motorista de app em Campinas

A Polícia Civil de Campinas pediu nesta sexta-feira (23) a prisão temporária do suspeito de latrocínio - assalto seguido de morte - do motorista de aplicativo Everton Rodrigo de Oliveira , de 33 anos. O caso ocorreu na noite do dia 4 de janeiro do ano passado, quando a vítima estava trabalhando no Jardim Chapadão. Na época, a morte gerou protestos de motoristas pedindo justiça pelo assassinato.

De acordo com os policias da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), o homem de 23 anos foi identificado após uma série de informações e depoimentos colhidos e já havia sido preso em flagrante na época. No ano passado, ele teria pedido a uma amiga virtual para acionar um motorista por aplicativo para levá-los do Jardim Santa Monica até o bairro Castelo.

Após receber a dupla no carro, a vítima foi obrigada a cancelar a viagem pelo aplicativo. Os criminosos sabiam que assim o veículo deixaria de ser rastreado pela empresa do aplicativo. Após anunciar o assalto, os criminosos tentaram colocá-lo no porta-malas do veículo quando houve luta corporal seguida de dois tiros. 

Você viu?

Everton Rodrigo de Oliveira era motorista de app (Foto: Rede Social)

Um deles acertou o portão de uma casa e o outro atingiu o coração da vítima. A dupla então roubou o carro e fugiu do local. Após o crime, o veículo foi encontrado queimado na Vila Esperança.


Com a investigação, a polícia informou nesta sexta-feira que obteve autorização judicial e retirou o preso do Complexo Penitenciário de Campinas para cumprir o mandado de prisão temporária, além de formalizar o indiciamento.

Segundo a Polícia Civil, a investigação continua para a identificação do segundo autor do crime. 


"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários