Irmã de vítima diz que ela não teve como reagir:
Reprodução: ACidade ON
Irmã de vítima diz que ela não teve como reagir: "ele deu 16 facadas enquanto ela dormia"

Você viu?

A irmã da vítima que foi morta a golpes de faca na manhã de domingo (16), em Santa Bárbara d'Oeste, afirmou que ela não teve como se defender do ataque, já que estava dormindo no momento de seu assassinato. Ela foi atacada com 16 golpes de faca.

A suspeita é que o companheiro de Janaina Amorim Pereira, de 24 anos, o vidraceiro Lucas Nery de Lima, de 27 anos, tenha cometido o crime. Ele continua foragido. O corpo de Janaína foi enterrado nesta segunda-feira (17).

A irmã da vítima, Tayna Pereira, e a mãe, a encontraram na casa onde ela morava com Lucas no Jardim Europa. A residência estava com a porta aberta e o corpo da vítima caído sobre a cama, com diversos golpes de facas.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso ocorreu por volta de 23h de sábado. A mãe da vítima recebeu uma ligação de um número não identificado, com voz masculina e dizendo que Janaína tinha sido esfaqueada pelo marido, que fugiu após cometer o crime. 

Janaína e Lucas, com quem tinha relacionamento (Foto: Redes Sociais)

RELACIONAMENTO

"No começo, era briga normal. Aí depois, já no finalzinho... é que a gente não sabia, né? Toda vez que eu falava com ela, ela sempre estava bem. E eu evitava de ir à casa dela por conta dele. Eu nunca gostei dele. Mas eu sentia que minha irmã estava sofrendo há muito tempo", afirmou a irmã.

Para ela, o crime foi feito de forma que Janaína não pudesse se defender. "É um cara que não vale nada. Tirou a vida da minha irmã dormindo. Foram 16 facadas nela e não deu a chance de se defender. Ele é um lixo. Um crápula. Eu espero que pague pelo que fez", disse Tayna.

O casal estava junto há cerca de 3 anos e, segundo a polícia, já havia o registro de uma tentativa de feminicídio sofrida por Janaína no final de 2019.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários