Campinas ultrapassa marca de 400 mil doses de vacinas aplicadas
Reprodução: ACidade ON
Campinas ultrapassa marca de 400 mil doses de vacinas aplicadas

Campinas atingiu, na tarde de ontem (19), a marca de mais de 400 mil doses de vacina contra a covid-19 aplicadas na cidade . Atualmente, o município está utilizando os imunizantes Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, e a vacina da AstraZeneca/Oxford, da Fiocruz. 

De acordo com o balanço da Prefeitura de Campinas, 402.400 vacinas já foram aplicadas na cidade até ontem, sendo 258.776 em primeira dose, e 143.624 em segunda (com imunização completa) . O total de moradores que já receberam a segunda dose representa 11,8% da população total da cidade, estimada em 1,2 milhões de pessoas.

Campinas é atualmente a segunda cidade no Estado com maior número de doses aplicadas, perdendo apenas para a capital . A campanha de vacinação contra a covid-19 começou em janeiro, um dia após o governo do Estado de São Paulo aplicar a primeira dose da vacina no país.

QUEM PODE SE VACINAR ATUALMENTE

- Pessoas com 60 anos ou mais
- Pessoas com comorbidades (doenças prévias), com 45 anos ou mais
- Pessoas com deficiência permanente grave que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) com 18 anos ou mais
- Trabalhadores da saúde com 18 anos ou mais
- Estudantes da área da saúde que fazem estágio em uma instituição de saúde, com 18 anos ou mais
- Pessoas com síndrome de Down com 18 anos ou mais
- Pacientes em terapia renal substitutiva e pacientes transplantados: coração pulmão, rim, fígado ou pâncreas, com 18 anos ou mais
- Gestantes e puérperas (quem teve filho nos últimos 45 dias) trabalhadoras da área da saúde
- Gestantes e puérperas com comorbidades e com 18 anos ou mais.
- Profissionais de educação com 47 anos ou mais

Vale lembrar que entre os trabalhadores da "área da Saúde" estão incluídas todas as profissões que trabalham em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas de saúde humana, ambulatórios de saúde humana, laboratórios de análises, entre outros.

As farmácias também estão contempladas como serviço de saúde. Exemplo de trabalhadores da saúde: recepcionistas de serviços de saúde, trabalhadores da limpeza e lavanderias de serviços de saúde, balconistas de farmácias e inclui drogarias, cozinheiros de serviços de saúde, etc.

Você viu?

COMO FAZER 

Para evitar aglomeração, as pessoas que forem receber a vacina precisam agendar o dia e o horário. O agendamento é aberto depois que as doses chegarem e forem disponibilizadas para cada grupo. 

Em Campinas, o agendamento atualmente é feito por meio do portal de vacinação vacina.campinas.sp.gov.br , pelo telefone 160 ou pelo centro de saúde de referência. Vale lembrar que o agendamento só é possível para os grupos com início já listados acima.

CRONOGRAMA ESTADUAL E PRÓXIMOS GRUPOS

No dia 28 maio, o governo estadual prevê a ampliação da vacinação para pessoas com comorbidades (doenças prévias) na , faixa etária dos 40 aos 44 anos.

Ontem, o governador João Doria citou que o Estado prevê concluir ainda em junho a vacinação de todas as pessoas com comorbidades entre 18 e 39 anos de idade . O calendário com a data de início de vacinação para cada grupo destas faixas etárias será divulgado nos próximos dias, levando em consideração as entregas de vacinas do Ministério da Saúde.


O governo paulista anunciou ainda uma projeção de vacinação contra a covid-19 de pessoas entre 55 e 59 anos e a conclusão da vacinação de todos os professores de São Paulo em julho.

De acordo com o cronograma divulgado, de 1º a 20 de julho, o governo do Estado pretende vacinar pessoas de 55 a 59 anos, e de 21 a 31 de julho, imunizar os profissionais da educação de 18 a 46 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários