Taxa de ocupação de UTI-Covid em Campinas chegou a 100% nesta segunda-feira
Reprodução: ACidade ON
Taxa de ocupação de UTI-Covid em Campinas chegou a 100% nesta segunda-feira

A Secretaria de Saúde de Campinas divulgou, na tarde desta segunda-feira (24), que a cidade voltou a ficar sem leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com Covid-19 na rede pública. Há apenas uma vaga, mas ela é exclusiva para gestantes.

A informação vem no mesmo dia que a cidade ultrapassou os 100 mil casos confirmados de covid-19. Com 1.042 moradores infectados a mais hoje, o município tem hoje 100.460 diagnósticos positivos para o coronavírus desde o começo da pandemia, em março de 2020.

De acordo com a Pasta, somando os leitos do SUS municipal e estadual, Campinas tem 193 leitos e somente um - exclusivo para gestante, está livre.

No total, Campinas conta com 400 leitos de UTI-Covid nas redes pública e particular de saúde. Deste total, 348 estão ocupados, o que corresponde a 87%. Há 52 leitos livres nas redes municipal e privada.

FILA DE ESPERA

A fila de espera de pacientes suspeitos ou confirmados com covid-19 por leitos de enfermaria ou UTI-Covid teve uma leve queda em relação a sexta-feira.

Hoje há 11 pacientes à espera por leitos covid-19 - todos UTI. Na sexta-feira eram 13 pessoas nesta situação.

Você viu?


Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal: 153 leitos, dos quais 152 estão ocupados, o que equivale a 99,35%. Há um leito livre.

SUS Estadual: 40 leitos, dos quais 40 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leitos livres.

Particular: 207 leitos, dos quais 156 estão ocupados, o que equivale a 75,36%. Há 51 leitos vagos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários