Fila de espera por leitos de covid-19 em Campinas cresce 33%
Reprodução: ACidade ON
Fila de espera por leitos de covid-19 em Campinas cresce 33%

A Secretaria de Saúde de Campinas informou, na tarde desta quinta-feira (27), que a fila de espera de pacientes suspeitos ou confirmados com Covid-19 por leitos de enfermaria ou UTI-Covid cresceu 33% entre ontem e hoje. 

Hoje, segundo a Pasta, há 12 pessoas pacientes à espera por leitos covid-19 - todos UTI. Nos últimos dois dias, nove pessoas estavam nesta situação.

Nesta semana, Campinas um crescimento de 32% no atendimento de pessoas com sintomas respiratórios nas últimas cinco semanas. Segundo a Prefeitura, caso o número piore, medidas restritivas podem ser adotadas.

A Prefeitura iria reabrir 14 leitos para tratamentos normais, mas que hoje eles estão analisando um possível represamento destes leitos para serem usados contra a covid-19 em cenário de piora da pandemia.

"Estamos em um nível de internação hospitalar bastante alto, e os gripários começaram a manter uma curva ascendente, acima de 100 pacientes por dia no Mário Gatti e entre 70 e 80 no Ouro Verde. Em algumas UPAs, já começa a ter espera, aguardando internação. Vamos observar semana a semana. O sinal amarelo já acendeu", contou o secretário de Saúde de Campinas, Lair Zambon.

Você viu?


TAXA DE OCUPAÇÃO

Campinas conta com 396 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular de saúde.

Deste total, 354 estão ocupados, o que corresponde a 89,39%. Há 42 leitos livres nas redes municipal e privada.

Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal: 149 leitos, dos quais 146 estão ocupados, o que equivale a 97,99%. Há três leitos livres.

SUS Estadual: 40 leitos, dos quais 39 estão ocupados, o que equivale a 97,50%. Há um leito livre.

Particular: 207 leitos, dos quais 169 estão ocupados, o que equivale a 81,64%. Há 38 leitos vagos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários