Campinas volta a ficar sem leitos de UTI-Covid na rede pública
Reprodução: ACidade ON
Campinas volta a ficar sem leitos de UTI-Covid na rede pública

A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular de saúde de Campinas voltou a ultrapassar os 90% nesta sexta-feira (28). Não há mais leitos públicos de UTI-Covid disponíveis na cidade.

De acordo com a Secretaria de Saúde, somando os leitos públicos municipal e estadual, a cidade tem 193 leitos de UTI-Covid. Todos estão sendo utilizados neste momento, incluindo aqueles exclusivos para gestantes.

Já a rede particular conta 189 leitos de UTI-Covid, sendo que 170 estão ocupados, o que equivale a 89,95%. Há 19 leitos vagos nos hospitais privados.

Você viu?

Campinas conta, no total, com 382 leitos de UTI-Covid. Deste total, 363 estão ocupados, o que corresponde a 95,03%. Há 19 leitos livres nas redes municipal e privada.

FILA DE ESPERA

Já a fila de espera de pacientes suspeitos ou confirmados com covid-19 por leitos de enfermaria ou UTI-Covid segue crescendo nesta semana.

Anteontem eram nove pacientes. Ontem este dado cresceu 33% e chegou a 12 e hoje está em 13. Todos esperam por vagas em UTI.

ÓBITOS E CASOS

A Prefeitura de Campinas confirmou na tarde de hoje mais três mortes de covid-19, além de 40 novos casos da doença. A notificação dos números foi prejudicada devido ao sistema do Ministério da Saúde estar for do ar, de acordo com a Administração.

No total, a cidade tem até o momento 3.313 vidas perdidas para a covid-19 e 101.367 moradores que se infectaram desde o começo da pandemia, em março de 2020.



Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:


SUS Municipal: 153 leitos, dos quais 153 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leito livre.

SUS Estadual: 40 leitos, dos quais 40 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leito livre.

Particular: 189 leitos, dos quais 170 estão ocupados, o que equivale a 89,95%. Há 19 leitos vagos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários