Covid-19: Valinhos anuncia novas medidas restritivas
Reprodução: ACidade ON
Covid-19: Valinhos anuncia novas medidas restritivas

A Prefeitura de Valinhos anunciou, na tarde desta sexta-feira (11), que irá adotar novas medidas restritivas, além das definidas na Fase de Transição do Plano São Paulo, sobretudo para combater festas clandestinas e aglomerações.

O motivo é por conta do em novas internações de pacientes com suspeitas e confirmações covid-19. As internações na UTI tiveram aumento de 17,96% e nas enfermarias cresceu 42,36%.

Além disso, a cidade está com 100% de ocupação nos leitos de UTIs nos dois hospitais da cidade, sendo 100% também em leitos de Enfermaria SUS.

As novas medidas serão publicadas em Diário Oficial nesta sexta e começam a valer a partir de hoje. Permanecem as multas de R$ 186,58 pelo descumprimento do uso de máscaras ou do Toque de Recolher, exceto os que estão em deslocamento para atividades profissionais, e de R$ 4.664,50 aos responsáveis pela realização de eventos que gerem aglomerações e aos comerciantes que realizem venda de bebidas alcoólicas após às 20hs.

COMO SERÁ

Entre as medidas, estão redução da capacidade de atendimento presencial de 40% para 25%, proibição de venda de bebidas alcoólicas em todos os estabelecimentos, inclusive supermercados, restaurantes e lojas de conveniência, a partir das 20hs.

Também vai haver força-tarefa da Guarda Municipal, Vigilância Epidemiológica e departamento de Trânsito para impedir funcionamento de bares (que na Fase de Transição só estão permitidos aqueles que tem alvará para operar como restaurantes, com público sentado), barreiras sanitárias e ações de combate a festas clandestinas.

Nesta sexta, uma equipe com 15 viaturas da Guarda Municipal, junto com a Vigilância Epidemiológica e profissionais da Saúde, começam a intensificar as fiscalizações, sobretudo em estabelecimentos que não tem cumprido os protocolos estabelecidos no Plano São Paulo, além de bares e restaurantes que estejam funcionando de forma irregular.

Uma nova reunião está prevista na terça-feira para avaliar as ações implantadas e, se necessário, estudar novas medidas para a cidade. Também está previsto, para terça, uma reunião entre os prefeitos da Região de Campinas para detalhar possíveis medidas regionais a serem adotadas pelas cidades.

VEJA AS MEDIDAS RESTRITIVAS EM VALINHOS


- Shoppings e lojas de rua: atendimento das 6h às 21h, com público limitado a 25% da capacidade total e proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h.

- Cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas: com distanciamento e controle de acesso.

- Restaurantes e lanchonetes: das 6h às 21h, com 25% da capacidade total e proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h. (somente atendimento em mesas, com protocolos de distanciamento; proibido atendimento em balcões).

- Salões de beleza e cabeleireiros: das 6h às 21h, com 25% da capacidade total e proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h.

- Cinemas, teatros, museus, eventos e convenções: das 6h às 21h, com controle de acesso, público sentado, assentos marcados, 25% da capacidade total e proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20hs.

- Academias, clubes e centros esportivos: das 6h às 21h, apenas para atividades físicas individuais agendadas, com 25% da capacidade total e proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h.

- Parques públicos: das 6h às 18h, com limitação de 25% da capacidade total.

- Bares não estão liberados para ter atendimento presencial, mas podem operar como restaurantes (público sentado, serviço de alimentos para acompanhar bebidas) neste caso, devem seguir as regras de restaurantes.

- Teletrabalho para Serviços Administrativos não essenciais.

- Toque de Recolher das 21h às 5h.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários