Kleina enfatiza que Ponte fará de tudo para vencer o Cruzeiro
Reprodução: ACidade ON
Kleina enfatiza que Ponte fará de tudo para vencer o Cruzeiro

A Ponte Preta volta a campo nesta quarta-feira (16), no Moisés Lucarelli, para enfrentar o Cruzeiro em uma partida na qual o foco é a conquista dos três pontos. Após uma derrota no último minuto contra o Sampaio Corrêa, em um jogo no qual - ressalta o técnico Gilson Kleina a Macaca foi prejudicada por um engano de arbitragem, o treinador quer que a primeira vitória alvinegra na série B ocorra em casa.

Você viu?

"Vamos fazer de tudo para conquistar nossa primeira vitória contra o Cruzeiro. O time tem tudo para evoluir e ajustar a questão da parte ofensiva. Vamos elevar o nível de concentração, quarta-feira é um jogo grande e temos que trabalhar duto para que a vitória possa acontecer", afirma o treinador pontepretano.

GK analisa a partida de ontem (11). "Entendo que nós tivemos um controle defensivo muito bom durante o jogo. Nos últimos 15 minutos começamos a ter dificuldade, porque eles tinham a circulação de bola, e nós começamos a ter alguns atletas desgastados. As bolas perigosas foram os cruzamentos, as demais situações estavam controladas. A gente estava seguro, poderia ser mais vertical em algum momento,mas o time está se consolidando defensivamente, ainda que precise ter ajustes", diz.

Ainda que ressalte que a equipe precisa ter concentração em todo o jogo, Kleina entende que o gol adversário na sexta-feira saiu principalmente porque o elenco alvinegro estava desgastado, o que na opinião dele não teria ocorrido não fosse a interferência direta e equivocada do quarto árbitro, que alterou a contagem das substituições.

" A gente ia colocar Locatelli e Fessin no lugar de Léo Naldi e Niltinho, e ainda teria mais um momento para outras duas substituições. Quando o quarto árbitro autorizou escanteio, não fez a outra substituição, e depois, quando entrou o Fessin, ele falou que ia consideraria o mesmo momento. Só que depois voltou atrás. Isso foi decisivo. Deixamos de colocar dois jogadores inteiros e ficaram em campo dois desgastados, aí o Sampaio começou a crescer em campo. Foi um erro crucial para a nossa derrota", avalia.

O treinador complementa: "Nunca fazemos uma mudança querendo que o atleta que entre tenha desempenho ruim e todos entraram focados, mas paramos de segurar a bola lá na frente, na minha opinião por desgaste dos atletas. Aí não conseguimos ter o desafogo. Não posso negar que os jogadores entraram com afinco, tentaram ajudar, mas a gente fica sentido com essa situação que nos levou a tomar o gol no último lance", pontua.

O treinador admite, porém, que a Macaca que havia criado pelo menos três boas chances de gol na etapa inicial, mas no segundo tempo não foi ofensiva precisa melhorar a efetividade no ataque. "A gente ainda não priorizou o setor ofensivo. Trabalhamos, claro, mas estamos dando uma ênfase de trás para a frente. DE fato, a gente sofreu no ataque. O Sampaio aproximou muito as linhas. Tivemos alguns duelos individuais, Moisés conseguiu ganhar, mas não conseguiu definir. Vamos fazer esse ajuste, melhorar, organizar durante o campeonato. Tenho certeza que o time ainda vai crescer", conclui.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários