Operação Aglomeração Zero fecha 20 estabelecimentos em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Operação Aglomeração Zero fecha 20 estabelecimentos em Campinas

A primeira noite da Operação Aglomeração Zero em Campinas fechou vinte estabelecimentos e lacrou dois por não estarem cumprindo as medidas sanitárias e de isolamento social . A operação foi feita entre as 21 horas da sexta-feira (18) e as 5h da madrugada deste sábado (19).    

Segundo a Prefeitura, ao todo a ação fiscalizou 139 estabelecimentos comerciais na cidade.  Durante as ações, 1.268 pessoas foram dispersadas e orientadas sobre as medidas sanitárias para a prevenção da covid-19.   

LEIA TAMBÉM 
Campinas endurece restrições e comércio, restaurantes e serviços voltam a fechar às 19h

A nova operação foi anunciada ontem (18) pelo prefeito de Campinas, durante o anúncio de novas restrições. A ação será feita aos finais de semana e tem como objetivo evitar e dispersar agrupamentos de pessoas na cidade.

COMO FUNCIONA

A Operação Aglomeração Zero estenderá por todas as noites e madrugadas até pelo menos o final do mês de junh o , como medida de combate a pandemia.    

A Operação é coordenada pela Secretaria de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública e endurece ainda mais as medidas da Administração para dispersar agrupamentos de pessoas na cidade.  

Você viu?

De acordo com o secretário de Segurança de Campinas, Christiano Biggi Dias, a medida foi tomada diante do cenário de alerta devido a pandemia de covid-19 no momento. "Está muito claro que a aglomeração tem sido nosso foco. Temos observado, sobretudo na última semana, um aumento muito grande de aglomeração de jovens, sem qualquer distanciamento e sem máscara", disse.

De acordo com ele, haverá um reforço do patrulhamento e concentração de viaturas em locais mapeados a partir de dados estatísticos. Essas áreas foram definidas porque são as que mais originam alertas de aglomerações por meio de chamadas para a Guarda Municipal. São também as campeãs de denúncias recebidas pelo 156 e 153, e ficam nos bairros com mais casos de transmissão da covid-19.

Os locais que terão atenção especial na operação são os postos de combustíveis, adegas, frentes de bares e restaurantes, praças e vias públicas em bairros com pouca circulação de veículos.

TOQUE DE RECOLHER

Ainda durante a noite de ontem e a madrugada de hoje, as barreiras do Toque de Recolher abordaram 297 veículos e orientaram 403 pessoas a retornarem para suas casas. Segundo a Administração, as equipes de fiscalização partiram de frente ao Estádio Moises Lucarelli, na Ponte Preta, e visaram prioritariamente os locais e estabelecimentos mapeados com histórico de desobediência às medidas prevenção e, como consequência, classificadas como atividades de maior contaminação pelo vírus.

Vale lembrar que a partir da próxima segunda feira (21) o Toque de Recolher passa a vigorar a partir das 19h, horário que os estabelecimentos comerciais não essenciais também devem encerrar as atividades . As denúncias pelo não cumprimento das medidas podem ser feitas pelo 156 e 153.






"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários