Onda de furtos e roubos assusta moradores do Jardim Paulista, em Valinhos
Reprodução: ACidade ON
Onda de furtos e roubos assusta moradores do Jardim Paulista, em Valinhos

Moradores do bairro Jardim Paulista, em Valinhos, estão enfrentando uma onda de furtos e roubos no último mês. Segundo dados levantados pela Polícia Civil da cidade, ao menos três vítimas registraram boletim de ocorrência pelos crimes no período.

Entre os casos registrados está o de uma mulher que foi abordada por dois ladrões no momento em que chegava em casa. Uma corrente de ouro foi arrancada do pescoço da vítima e a bolsa com vários pertences foi levada pelos suspeitos que fugiram a pé do local.

Em um outro caso, um homem teve a casa invadida no mesmo bairro por bandidos enquanto estava trabalhando. Quando chegou no imóvel encontrou a porta arrombada. "Levaram o meu notebook e dois televisores. Um prejuízo de R$ 15 mil. O bairro está abandonado, podia ter mais patrulhamento por aqui" , reclamou um morador que não quis se identificar.

Uma outra vítima viu o momento em que um ladrão pulou o muro para entrar na residência dela. O suspeito levou dois laptops. Uma equipe da polícia militar foi até o local mas ninguém foi preso.

Segundo o delegado titular do 1º Distrito Policial de Valinhos, Júlio César Brugnolli, os casos estão sendo investigados, mas por enquanto não existem suspeitos. "Ainda não sabemos se os casos estão relacionados, mas a investigação continua", disse.

MAPEAMENTO VIOLÊNCIA

Dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo apontam que em maio desse ano teve um crescimento no número de roubos. O número saltou de um caso em 2020 para cinco em 2021. Já o número de furtos se manteve o mesmo: foram 16 casos na cidade.

ALERTA

A Secretaria de SSP (Segurança Pública do Estado) de São Paulo monitora os índices de criminalidade de acordo com os boletins de ocorrência registrados. Por isso, se você foi alvo de algum furto ou roubo, é importante registrar o boletim de ocorrência. Isso é importante para mapear a violência nas regiões e ampliar as ações nesses locais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários