Campinas entra em estado de atenção após queda na umidade relativa do ar
Reprodução: ACidade ON
Campinas entra em estado de atenção após queda na umidade relativa do ar

Campinas entrou em estado de atenção devido a baixa umidade do ar. Segundo boletim emitido pelo Departamento de Defesa Civil do município, às 12h20 o índice atingiu 27,3%. O registro foi feito pela Estação Ciiagro/IAC Campinas Região Norte, responsável pela medição. 

O estado de atenção é decretado quando a umidade relativa do ar registra índice entre 20% e 30%. Nesse caso, a principal recomendação é consumir muita água e ter cuidado especial com crianças e idosos.

Também é aconselhado que a população evite exercícios físicos ao ar livre, entre 11 e 15 horas e mantenha os ambientes umidificados com vaporizadores, toalhas molhadas ou recipientes com água.

É sugerido, ainda, aguar os jardins e, sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas. Outra orientação é evitar queimadas que, além de proibidas por lei, prejudicam o meio ambiente e a saúde. 

AUMENTO  

Os alertas da Defesa Civil de Campinas aumentaram 39,4% neste ano por causa da baixa umidade do ar na cidade. Ontem (8) a umidade relativa do ar atingiu 29,2% o que manteve o município em estado de alerta devido ao tempo seco.  

Vale lembrar que a baixa umidade pode agravar problemas respiratórios e sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde da cidade.  

PREVISÃO

A expectativa é de que os próximos dias sejam ainda mais secos. A meteorologista do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp, Ana Ávila, disse que a situação tende a se agravar. "Devemos enfrentar mais dias de sol, com temperatura baixa aumentando ao longo do dia. Não existe previsão de chuva", disse.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários