Mulher é vítima de sequestro-relâmpago no bairro São Bernardo, em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Mulher é vítima de sequestro-relâmpago no bairro São Bernardo, em Campinas

Uma mulher sofreu um sequestro-relâmpago nesta sexta-feira (9) enquanto esperava no carro a irmã e a sobrinha de 4 anos saírem de um condomínio residencial no bairro São Bernardo, em Campinas. De acordo com a GM (Guarda Municipal), os criminosos queriam sacar dinheiro da conta da vítima. 

Segundo a corporação, o crime foi praticado hoje pela manhã por dois homens que estavam em uma motocicleta. A dupla invadiu a contramão da via e a vítima não teve tempo de sair do local. "O homem que estava na garupa pulou da moto em movimento e, armado, fez a abordagem", disse o inspetor da Guarda Welington José da Silva. 

Enquanto o bandido assumiu o volante do carro e levou a vítima como refém, o comparsa dele seguiu escoltando o veículo roubado. "Eles tinham a intenção de passar em um caixa eletrônico com a vítima para sacar dinheiro. Mas como a mulher estava sem cartão, a dupla resolveu libertá-la", contou. 

A mulher foi deixada no Jardim Maracanã, a cerca de 16 km do bairro onde a vítima estava a princípio, e o criminoso fugiu com o carro da vítima. Ela seguia a pé no bairro quando encontrou uma equipe da GM pelo caminho e pediu ajuda.  

Ocorrência foi atendida pela GM de Campinas (Foto: Jonatan Morel/EPTV Campinas)
PATRULHA 

Após receber as informações, a equipe identificou a placa do veículo e em patrulhamento conseguiu localizar o carro estacionado no bairro Vida Nova, sem a dupla de assaltantes. 

Logo depois, eles foram encontrados na moto usada no crime. "Assim que encontramos os suspeitos fizemos a abordagem e os dois já confessaram o crime. Eles tinham entregado a chave do veículo roubado e um simulacro usado no assalto ao dono de um barracão onde funciona um ferro-velho", disse o inspetor. 

A bolsa da mulher, que estava no veículo, não foi encontrada. A dupla foi detida e encaminhada à Segunda Delegacia Seccional de Campinas, no Jardim Londres. Um deles tinha passagem por roubo.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários