MP exige esclarecimentos sobre expulsão de moradores de rua de Monte Mor
Reprodução: ACidade ON
MP exige esclarecimentos sobre expulsão de moradores de rua de Monte Mor

 O MP (Ministério Público) de Monte Mor pediu esclarecimentos ao prefeito da cidade nesta sexta-feira (16) sobre a atitude de expulsar pessoas em situação de rua para outros municípios vizinhos nesta semana.

Os moradores contaram que entraram na van porque foram ameaçados com spray de pimenta. Eles ainda disseram que o prefeito Edivaldo Antônio Brischi (PTB), participou diretamente da abordagem que teria sido truculenta. "os policiais vieram com spray de pimenta a mando do prefeito", contou uma vítima. 

"Chamou nós de lixo" , disse um outro morador de rua. As Defensorias Públicas do Estado de São Paulo e da União disseram que a política de expulsão de pessoas adotada pela prefeitura de Monte Mor ofende o direito constitucional à liberdade. 

As Defensorias pediram ainda que seja imediatamente interompida qualquer prática ou orientação no sentido de expulsar pessoas em situação de rua de Monte Mor e pediu esclarecimentos. 

A prefeitura de Monte Mor tem um prazo de dez dias para encaminhar os esclarecimentos aos órgãos competentes. 

O QUE DIZ A PREFEITURA

Já a prefeitura da cidade enviou uma nota dizendo que até o início da tarde ainda não havia sido comunicada oficialmente pelo Ministério Público sobre a situação. 

Ainda de acordo com o posicionamento da administração municipal, a "transferência" só acontenceu depois de oferecer aos moradores a possiblidade de voltarem às cidades de origem e que eles concordaram. Também afirmaram que esses moradores não são de Monte Mor. Sobre as ameaças relatadas pelos pelos moradores de rua, a prefeitura não se manifestou. 

ENTENDA O CASO


Moradores de rua que foram deixados em Boituva por uma van da Prefeitura de Monte Mor disseram à Polícia Civil na quinta-feira (15) que tiveram que entrar no veículo sob ameaça. Eles relataram que foram abordados por uma equipe da Guarda Civil na frente de um restaurante no centro da cidade. 

De acordo com a Polícia Civil, as pessoas foram ouvidas e um boletim de ocorrência foi registrado, inicialmente por constrangimento ilegal. Já a prefeitura de Boituva informou que registrou o boletim de ocorrência e que vai encaminhar o caso ao Ministério Público. 

VÍDEO DA LIVE VIRALIZOU 

Em uma live, o prefeito Edivaldo Antônio Brischi chegou a dizer que enviou as pessoas em situação de rua de van para diversos municípios vizinhos com o intuito de "deixar a cidade bonita" e "revitalizá-la". 

Ainda na postagem, ele contou que tinham sido feitas seis viagens, para as cidades de Rio das Pedras, Bauru, Campinas, São Paulo e Orquídeas. 

"Você que dá esmola em farol... não adianta. Então, vamos colocar esse pessoal no local certo, tá ok? E, nós aqui, estamos revitalizando a nossa cidade. Nós vamos deixar ela bonita. Nós temos que nos espelhar em Indaiatuba, certo? Assim nossa cidade vai ficar mais bonita"

Os moradores em situação de rua que foram deixados em Boituva procuraram a delegacia para informar que foram "despejados" na cidade pela prefeitura de Monte Mor. 


"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários